Diferenças entre edições de "Primeira Guerra Ítalo-Etíope"

110 bytes adicionados ,  21h44min de 2 de dezembro de 2016
sem resumo de edição
Para os negros, a Etiópia assumiu dimensões míticas. Era um exército africano, de diversas etnias, vencendo os colonialistas brancos.
 
Do lado italiano, sobrou um ressentimento de sérias consequências. Foi um profundo vexame. Mussolini surgiria com o discurso de restaurar o orgulho italiano. Em 1936, Il Duce comandou uma nova invasão da Etiópia, na qual foram usadas armas químicas. Os italianos conquistaram o país até 1941, quando os britânicos retomaram-na para os etíopes.<ref>{{Citar periódico|data=2016-12-02|titulo=Adwa: a derrota do colonialismo|jornal=Aventuras na História|url=http://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/civilizacoes/adwa-a-derrota-do-colonialismo.phtml#.WEHl4bIrLIV|idioma=pt-BR}}</ref>{{clr}}
 
== Ver também ==
 
{{referências}}
{{clr}}<references />
 
http://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/civilizacoes/adwa-a-derrota-do-colonialismo.phtml#.WEHl4bIrLIV
{{esboço-Etiópia}}
 
1 054

edições