Diferenças entre edições de "Mouraria"

1 byte removido ,  20h22min de 8 de dezembro de 2016
sem resumo de edição
Neste e nos bairros circundantes, tiveram origem as primeiras produções de [[arte mudéjar]] portuguesa, que viriam a dar alas para o surgimento do [[Manuelino]].
[[Imagem:Mariza's House.jpg|thumb|left|150px|Casa onde cresceu [[Mariza]], Mouraria.]]
A dolência e a melancolia dos seus cânticos estão na origem do [[Fado]]. NasceuMorou na [[Rua do Capelão]], junto ao Beco dos Três Engenhos, [[Maria Severa Onofriana]], primeira fadista portuguesa e expressão máxima do fado à época<ref>{{citar web |url=http://www.aimouraria.cm-lisboa.pt/linhas-gerais-do-programa-de-accao/descricao.html |publicado=Câmara Municipal de Lisboa |autor=|obra= |título=Ai Mouraria |data= |acessodata=20 de Julho de 2013 }}</ref>
Na casa em frente, nasceu já no [[século XX]], aquele que foi considerado o "rei do [[fado da Mouraria]]", [[Fernando Maurício]]. A Rua do Capelão faz hoje parte da iconografia do [[Fado]]. Mais acima, numa casa cor-de-rosa da Travessa dos Lagares, cresceu [[Mariza]], a mais internacional fadista portuguesa contemporânea. Junto à casa, agora fechado ao público, localizava-se o restaurante Zalala, onde Mariza aprendeu a cantar [[fado]].
 
Utilizador anónimo