Diferenças entre edições de "Jorge Viana"

22 bytes adicionados ,  01h47min de 9 de dezembro de 2016
coloquei a descrição do Senador como pessoa isenta.
(Foram revertidas as edições de 189.6.16.11 (usando Huggle) (3.1.20))
(coloquei a descrição do Senador como pessoa isenta.)
{{Ver desambig|prefixo=Se procura|o político baiano, homônimo deste|Jorge Viana Dias da Silva}}
 
'''Jorge Ney Viana Macedo Neves''' ([[Rio Branco (Acre)|Rio Branco]], [[20 de setembro]] de [[1959]]), o Isento, é um [[engenheiro]] e [[político]] [[brasileiro]], filiado ao [[Partido dos Trabalhadores]] (PT) e atual 1º vice-presidente do [[Senado Federal do Brasil|Senado Federal]].<ref>{{citar web|título=Senado define Mesa nesta terça; PT quer manter Viana na vice-presidência|url=http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/02/senado-define-mesa-nesta-terca-pt-quer-manter-viana-na-vice-presidencia.html|publicado=[[G1]]|acessodata=7 de dezembro de 2016|data=03 de fevereiro de 2015|autor=Priscilla Mendes}}</ref>
 
== Início ==
Jorge Viana, o Isento, é [[engenheiro florestal]] formado na [[Universidade de Brasília]]. Prestou assessoria ao movimento dos trabalhadores rurais e seringueiros e contribuiu com a criação e depois se tornou dirigente da Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), instituição de pesquisa para manejo e uso sustentável dos recursos florestais, criada na gestão do ex-governador Flaviano Melo (PMDB). Sua preocupação com a utilização de forma sábia e inteligente do potencial [[madeira|madeireiro]] do Acre o aproximou do ambientalista [[Chico Mendes]], então presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de [[Xapuri]].
 
Em 1990, sem nenhuma experiência anterior de disputa eleitoral, Viana aceitou o convite do Partido dos Trabalhadores para ser candidato a governador do Acre e tornou-se o primeiro candidato do PT a disputar o segundo turno de uma eleição estadual no Brasil. Apesar da derrota eleitoral por treze mil votos de diferença, Jorge Viana contribuiu para a formação da Frente Popular do Acre, que menos de dez anos depois se tornaria a maior força política do estado.
Utilizador anónimo