Diferenças entre edições de "Pressão parcial"

17 bytes removidos ,  17h50min de 11 de dezembro de 2016
Melhorias gramaticais e de redação do texto, mantendo o conteúdo original.
(→‎Mergulho: Correção de erro, de NO2 para N2)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
(Melhorias gramaticais e de redação do texto, mantendo o conteúdo original.)
 
 
À medida que uma pessoa se desloca para locais de maior altitude, a quantidade e a pressão parcial de O2 no ar vão diminuindo e o equilíbrio vai se deslocando para a esquerda (ler [[equilíbrio químico]]). Com isso, reduz-se a quantidade de oxi-hemoglobina, o que compromete a chegada de O<sub>2</sub> às células de todo o organismo. A pessoa sente fadiga e tontura, e pode até morrer em casos extremos. O corpo, sem dúvida, tenta reagir produzindo mais hemoglobina;,mas entretanto o processo é lento e somente se conclui depois deapós várias semanas dade pessoaexposição com aà altitude. Povos nativos de lugares muito altos, como o Himalaia, desenvolveram, através deapós muitas gerações, taxas de hemoglobina mais elevadas do que a dos habitantes à beira-mar. Esse fenômeno proporciona uma boa vantagem, por exemplo, aos jogadores de futebol da Bolívia, em relação a seus adversários estrangeiros, quando disputam uma partidapartidas na cidade de La Paz, a mais de 3.600mde600m de altitude.
 
== Ver também ==