Abrir menu principal

Alterações

1 052 bytes adicionados ,  21h33min de 24 de janeiro de 2007
Segunda edição
Este estudo veio dar maior consistência à teoria expressa em dois artigos publicados em [[1912]] pelo meteorologista alemão [[Alfred Lothar Wegener]], então com 32 anos de idade. Baseado em evidências geológicas, paleontológicas e geométricas, Wegener defendia que, até há 200 milhões de anos, os continentes estavam reunidos num único supercontinente, designado [[Pangéia]] (do grego: ''toda a Terra''), e que, nessa ocasião, se teria iniciado um processo de fragmentação e deriva.
 
Alexander Du Toit, tornou-se um dos mais activos defensores das ideias de Wegener e, depois de anos de estudo, propôs que a Pangéia se teria fracturado em duas grandes massas continentais. Inicialmente, descreveu as suas descobertas num livro publicado em [[1927]], intitulado ''"A Geological Comparison of South America and Africa"'' (Comparação Geológica da América do Sul e de África), onde sugeria que os dois continentes haviam estado unidos. Du Toit aprofundou a ideia num novo livro intitulado ''"Our Wandering Continents: An Hypothesis of ContinetalContinental Drift"'' (Os Nossos Continentes Errantes: Uma Hipótese de Deriva Continental), em [[1937]]. Nesta obra, propôs que, após uma fragmentação inicial de Pangéia, formaram-se dois blocos continentais distintos. Os actuais continentes do [[hemisfério]] sul haviam outrora estado juntos num único supercontinente, a que chamou [[Gondwana]], e os continentes do hemisfério norte também haviam estado unidos num outro supercontinente que designou de [[Laurásia]]. Esta teoria é hoje amplamente aceite entre os geólogos.
 
Du Toit faleceu em 25 de Fevereiro de 1948, na Cidade do Cabo, no seu país natal.
*[[1913]]: Publica o estudo ''"The Geology of Underground Water Supply"'', na obra ''Mining Proceedings'' da South African Society of Civil Engineers.
*[[1914]]: Visita a [[Austrália]] para estudar a geologia da [[Grande Bacia Artesiana]].
*[[1914-1915]]: Colabora com o exército sul africano em pesquisa de hidro-geologia durante a [[Primeira Guerra Mundial]].
*[[1918]]: Foi nomeado presidente da Geological Society of South Africa
*[[1920-1927]]: Geólogo chefe da Union Irrigation Department, da África do Sul.
*[[1923]]: Recebe financiamento da Carnegie Institution of Washington para comparar a geologia da América do Sul com a África.
*[[1926]]: Publica a obra ''"The Geology of South Africa"''.
*[[1927]]: Publica a obra ''"A Geological Comparison of South America with South Africa"''.
*[[1927-1941]]: Geólogo consultor da De Beers Consolidated Mines.
*[[1932]]: Visita a América do Norte.
*[[1933]]: Recebe a Medalha Murchison atribuída pela Geological Society of London.
*[[1937]]: Publica a obra ''"Our Wandering Continents: An Hypothesis of Continental Drift"''.
*[[1937]]: Visita a União Soviética.
*[[1938]]: Visita a Índia.
*[[1943]]: É nomeado associado da Royal Society of London.
*[[1943]]: Falece na Cidade do Cabo, África do Sul, em 28 de Fevereiro de 1948.
 
== {{Veja também}} ==
12 696

edições