Diferenças entre edições de "Miguel António do Carmo de Noronha de Paiva Couceiro"

Tendo então passado à vida civil, foi nomeado Director da Companhia Colonial do Búzi em Sofala, Moçambique, que deixou em 1959.
 
Casou em Lisboa em 8 de Agosto de 1936 com Maria Teresa de Jesus de Gusmão CorreiaCorrêa Arouca, filha de Simão de Gusmão CorreiaCorrêa Arouca, ajudante do Procurador Geral da Coroa, e de sua mulher D. Maria Luísa Ulrich, de quem teve 4 filhos.
 
Uniu-se, segundo o rito protestante, em 21 de Janeiro de 1959, na Igreja Escocesa de Santo André, em Colombo (Ceilão), à Senhora D. Carol Talib-ud-din, nascida em 9 de Fevereiro de 1908, no Panjabe, Estado islâmico da península Hindustânica, formada em Letras pela Universidade de Lahore, capital daquele Estado. De ascendência muçulmana, é neta do mulah da aldeia de Gigrão. Seu pai, Talib-ud-din, que em urdu significa “o que procura a fé”, abandonou a crença islamita e converteu-se ao cristianismo; foi o primeiro moderador eleito da Igreja Presbiteriana Americana da Índia. (In ''Separata de “A Arte do Ex-Libris”'', Braga – 1970). Não houve filhos deste casamento.