Abrir menu principal

Alterações

28 bytes removidos, 05h09min de 7 de janeiro de 2017
Retirando a expressão "segundo alguns estudiosos", no segundo parágrafo.
'''William Shakespeare''' ([[Stratford-upon-Avon]], 1564 (batizado a 26 de abril) — Stratford-upon-Avon, 23 de abril de 1616)<ref>As datas seguem o [[calendário juliano]], usado na Inglaterra durante a vida de Shakespeare. No [[calendário gregoriano]], adotado nos países [[Igreja Católica|católicos]] em [[1582]], Shakespeare morreu no dia 3 de maio ({{Harvnb|Schoenbaum|1987|loc=xv}}).</ref> foi um [[poeta]], [[dramaturgo]] e ator [[Inglaterra|inglês]], tido como o maior [[escritor]] do [[Língua inglesa|idioma inglês]] e o mais influente dramaturgo do mundo.<ref>{{Harvnb|Greenblatt|2005|loc=11}}; {{Harvnb|Bevington|2002|loc=1–3}}; {{Harvnb|Wells|1997|loc=399}}.</ref> É chamado frequentemente de [[poeta nacional]] da Inglaterra e de "[[Bardo]] do [[Rio Avon (Warwickshire)|Avon]]" (ou simplesmente ''The Bard'', "O Bardo"). De suas obras, incluindo aquelas em colaboração, restaram até os dias de hoje 38 [[Peças de Shakespeare|peças]],<ref>O número exato ainda é desconhecido; ver [[colaborações de Shakespeare]] e [[obras apócrifas de Shakespeare]] para maiores detalhes.</ref> 154 [[Sonetos de Shakespeare|sonetos]], dois longos [[Poema narrativo|poemas narrativos]], e mais alguns versos esparsos, cujas autorias, no entanto, são ainda disputadas. Suas peças foram traduzidas para todas as principais línguas modernas e são mais encenadas que as de qualquer outro dramaturgo.<ref>{{Harvnb|Craig|2003|loc=3}}.</ref> Muitos de seus textos e temas, especialmente os do teatro, permanecem vivos até os nossos dias, sendo revisitados com frequência, especialmente no [[teatro]], na [[televisão]], no [[cinema]] e na [[literatura]].
 
Shakespeare nasceu e foi criado em [[Stratford-upon-Avon]]. Aos 18 anos, segundo alguns estudiosos, casou-se com [[Anne Hathaway (esposa de Shakespeare)|Anne Hathaway]], que lhe concedeu três filhos: [[Susanna Hall|Susanna]], e os gêmeos [[Hamnet Shakespeare|Hamnet]] e [[Judith Quiney|Judith]]. Entre 1585 e 1592 William começou uma carreira bem-sucedida em Londres como [[ator]], escritor e um dos proprietários da [[companhia de teatro]] chamada [[Lord Chamberlain's Men]], mais tarde conhecida como [[King's Men]]. Acredita-se que ele tenha retornado a Stratford em torno de 1613, morrendo três anos depois. Restaram poucos registros da vida privada de Shakespeare, e existem muitas especulações sobre assuntos como a sua aparência física, [[Sexualidade de Shakespeare|sexualidade]], [[Religião de Shakespeare|crenças religiosas]], e se algumas das obras que lhe são atribuídas teriam sido [[Questão da autoria de Shakespeare|escritas por outros autores]].<ref>{{Harvnb|Shapiro|2005|loc=xvii–xviii}}; {{Harvnb|Schoenbaum|1991|loc=41, 66, 397–98, 402, 409}}; {{Harvnb|Taylor|1990|loc=145, 210–23, 261–5}}.</ref>
 
Shakespeare produziu a maior parte de sua obra entre [[1590]] e [[1613]]. Suas primeiras peças eram principalmente comédias e obras baseadas em eventos e personagens históricos, gêneros que ele levou ao ápice da sofisticação e do talento artístico ao fim do [[século XVI]]. A partir de então escreveu apenas [[tragédias]] até por volta de [[1608]], incluindo ''[[Hamlet]]'', ''[[Rei Lear]]'' e ''[[Macbeth]]'', consideradas algumas das obras mais importantes na língua inglesa. Na sua última fase, escreveu um conjuntos de peças classificadas como tragicomédias ou romances, e colaborou com outros dramaturgos. Diversas de suas peças foram publicadas, em edições com variados graus de qualidade e precisão, durante sua vida. Em 1623, John Heminges and Henry Condell, dois atores e antigos amigos de Shakespeare, publicaram o chamado ''[[First Folio]]'', uma coletânea de suas obras dramáticas que incluía todas as peças (com a exceção de duas) reconhecidas atualmente como sendo de sua autoria.
40

edições