Diferenças entre edições de "Artur de Oliveira Santos"

55 bytes adicionados ,  23h12min de 9 de janeiro de 2017
Referências Wikificada.
(Referências Wikificada.)
Etiqueta: Referências removidas
 
== Imprensa ==
Fundou os jornais locais [[Voz de Ourém]] e [[Povo de Ourém]]. Colaborou nos Jornais O Mundo, A Vanguarda, O País, O Século, A República, O Povo, O Rebate, A Capital, O Diário, A Razão e A Voz da Justiça.<ref>[http://www.museu.cm-ourem.pt/index.php/casa-do-adminstrador/o-administrador.html Casa do Administrador - O Administrador], sítio do Museu Municipal de Ourém]</ref>
 
== Comissão Municipal Republicana ==
Em 1907, para fazer face à organização do seu [[município]] de Vila Nova de Ourém foi criada uma Comissão Municipal Republicana, tendo sido eleitos como efectivos: [[Álvaro Mendes]], presidente; [[Joaquim F. Cordeiro]], secretário; [[João Nicolau]], tesoureiro. Como vogais foram eleitos: Artur de Oliveira Santos e [[Sotero Caio da Silva Neves]]. Os substitutos eram: [[Manuel Joaquim de Oliveira]]; [[Joaquim Pereira]]; [[António Barbosa]]; [[José Francisco dos Reis]] e [[António Duarte]].<ref>[http://arepublicano.blogspot.com/2007/11/efemrides-de-novembro-i-dia-1-1901-o.html| Almanaque Republicano]</ref>
 
== Contributo para a Implantação da República Portuguesa ==
 
== Inquirição dos "Pastorinhos de Fátima" ==
Essa mesma [[Primeira República portuguesa]], na sua governação do [[Estado]], é-lhe reconhecida como tendo feito uma grande "guerra" à [[Igreja católica|Igreja]]<ref>[http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?id=79930 A Primeira República e Fátima], Agência Ecclesia, 2010-06-01]</ref>.
Assim emanado nesse espírito [[anticatólico]] e mais ainda provavelmente por [[obediência maçónica]] ao [[Grande Oriente]] ao qual pertencia desde os vinte e seis anos de idade<ref>[http://www.fatimacrusader.com/cr07/cr07pg12.asp The Mayor of Ourem], Fatima Crusader]</ref>, que assim históricamente procedia, ao ter sabido das [[Aparições da Nossa Senhora de Fátima]], no concelho de Ourém do qual era administrador<ref>[http://auren.blogs.sapo.pt/97422.html Ourém evoca Artur Oliveira Santos], ''AUREN - Por Ourém e pelos oureenses!'', 15 de Novembro de 2010]</ref>, em 13 de Agosto de [[1917]], resolveu trazer para a sede de concelho as [[Pastorinhos de Fátima|três crianças videntes]] que diziam falar e ver [[Nossa Senhora de Fátima|Nossa Senhora]], para as interrogar. Passados dois dias, quando chegou o dia 15 daquele mês, acabou por soltá-las<ref>[http://www.bidvb.com:2300/+biblioteca%20dos%20bidvinianos/+textos%20gravados%20ebooks/biblioteca%20inclusiva%20%20+virtual%20books/Biblioteca%201/a/A%20REVELA%C3%87%C3%83O%20DO%20SEGREDO%20DE%20F%C3%81TIMA%20-%20Centro%20dos%20Volunt%C3%A1rios%20do%20sofrimento.txt A REVELAÇÃO DO SEGREDO DE FÁTIMA PENITÊNCIA E ORAÇÃO: UM CONVITE À RENOVAÇÃO], Centro dos Voluntários do Sofrimento, separata de "L'Ancora", n.º 5 - Maio de 2001, tradução: Armando Marques da Silva]</ref><ref>[http://www.fatima.org/port/essentials/opposed/seerkidn.asp Rapto dos Videntes (13-15 de Agosto de 1917)], A Associação de Fátima]</ref>.
 
== Legado e últimos anos ==
Utilizador anónimo