Diferenças entre edições de "Modelo cliente–servidor"

2 665 bytes removidos ,  13h16min de 23 de janeiro de 2017
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 188.83.2.66, com Reversão e avisos)
Após vários modelos estudados de cliente-servidor caracterizou-se chamar tecnicamente de a[[Arquitetura multicamada|rquitetura multicamada]], inspirado nas camadas no [[Modelo OSI]], o processo de dividir a arquitetura de cliente-servidor em várias camadas lógicas facilitando o processo de [[programação distribuída]], existe desde o modelo mais simples de [[Thin client|duas camadas]], e o mais utilizado atualmente que é o [[Modelo em três camadas|modelo de três camadas]] que é paralelo ao modelo de [[arquitetura de software]] denominado MVC ([[MVC|Model-view-controller]]).
== Características do Cliente ==
* Compra
* Inicia pedidos para servidores;
* Paga
* Espera por respostas;
* Cala
* Recebe respostas;
* Conecta-se a um pequeno número de servidores de uma só vez ;
* Normalmente interage diretamente com os usuários finais através de qualquer interface com o usuário;
* Utiliza recursos da rede.
 
== Características do Servidor ==
* Serve
* Sempre espera por um pedido de um cliente;
* Serve
* Atende os pedidos e, em seguida, responde aos clientes com os dados solicitados;
* Serve
* Pode se comunicar com outros servidores para atender uma solicitação específica do cliente;
* Fornece recursos de rede.
* Estrutura o sistema.
 
== Vantagem ==
 
* É barato
* Na maioria dos casos, a arquitetura cliente-servidor permite que os papéis e responsabilidades de um sistema de computação possam ser distribuídos entre vários computadores independentes que são conhecidos por si só através de uma rede. Isso cria uma vantagem adicional para essa arquitetura: maior facilidade de manutenção. Por exemplo, é possível substituir, reparar, atualizar ou mesmo realocar um servidor de seus clientes, enquanto continuam a ser a consciência e não afetado por essa mudança;
* Todos os dados são armazenados nos servidores, que geralmente possuem controles de segurança muito maiores do que a maioria dos clientes. Os servidores podem controlar melhor o acesso a recursos, para garantir que apenas os clientes com credenciais válidas possam aceder e alterar os dados;
* Desde o armazenamento de dados é centralizada, as atualizações dos dados são muito mais fáceis de administrar, em comparação com o paradigma P2P, onde uma arquitetura P2P, atualizações de dados podem precisar ser distribuída e aplicada a cada ponto na rede, que é o time-consuming é passível de erro, como pode haver milhares ou mesmo milhões de pares;
* Muitas tecnologias avançadas de cliente-servidor estão disponíveis e foram projetadas para garantir a segurança, facilidade de interface do usuário e facilidade de uso;
* Funciona com vários clientes diferentes de capacidades diferentes.
 
== Desvantagens ==
* É uma seca
* Clientes podem solicitar serviços, mas não podem oferecê-los para outros clientes, sobrecarregando o servidor, pois quanto mais clientes, mais informações que irão demandar mais banda.
* Um servidor poderá ficar sobrecarregado caso receba mais solicitações simultâneas dos clientes do que pode suportar;
* Este modelo não possui a robustez de uma rede baseada em P2P. Na arquitetura cliente-servidor, se um servidor crítico falha, os pedidos dos clientes não poderão ser cumpridos. Já nas redes P2P, os recursos são normalmente distribuídos entre vários nós. Mesmo se uma ou mais máquinas falharem no momento de ''download'' de um arquivo, por exemplo, as demais ainda terão os dados necessários para completar a referida operação.
 
== Protocolos de transporte e aplicações de rede ==
Utilizador anónimo