Economia informal: diferenças entre revisões

150 bytes adicionados ,  28 de janeiro de 2017
sem resumo de edição
A economia paralela abrange várias áreas, desde atividades criminosas, à produção para auto consumo, incluindo também a produção que não é contabilizada por falhas estatísticas e a produção sub declarada, ou seja, a '''atividade económica que não paga impostos'''.
 
Apesar de ocorrer em todos os países, a economia paralela assume especial relevo nos países menos desenvolvidos, onde os sistemas fiscais têm geralmente um controlo mais baixo sobre as actividades económicas.<ref>{{Citar web|url=https://desobedienciablog.wordpress.com/|titulo=(Des)Obediência|acessodata=2017-01-28|obra=(Des)Obediência|lingua=pt-BR}}</ref>
 
A '''Economia informal''' envolve as atividades que estão à margem da formalidade, sem firma registrada, sem emitir [[nota fiscal|notas fiscais]], sem empregados registrados e sem contribuir com [[imposto]]s ao [[governo]]. Globalmente, existem vários tipos de economia informal, que vão desde vendedores ambulantes, advogados, manicures e professores, até mesmo a grandes mercados informais como a pirataria de obras audiovideofónicas, [[tráfico de drogas]], mercado da [[prostituição]] e da venda de armamentos ilegais.