Diferenças entre edições de "São Luís (Maranhão)"

357 bytes adicionados ,  06h00min de 1 de fevereiro de 2017
A cidade de Granville (referência)
m (Bot: Replacements: fix URL prefix)
(A cidade de Granville (referência))
Etiquetas: Editor Visual Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
[[imagem:El_Greco_-_Saint_Louis_roi_de_France_et_un_page_02.jpg|thumb|upright|esquerda|[[Luís IX da França]], retratado em pintura de [[El Greco]]]]
 
[[Daniel de La Touche]]<ref name="danieldelatouche">{{citar web |url=http://recantodasletras.uol.com.br/contos/1130697|titulo=DANIEL DE LA TOUCHE|publicado=recantodasletras.uol.com.br|autor=Alberto Vasconcelos|acessodata=4 de Março de 2011}}</ref><ref name="biografiadanieldelatouche">{{citar web |url=http://jcraymond.free.fr/Celebrites/R/Ravardiere/Ravardiere.php|titulo=Daniel de la Touche de La Ravardière Fondateur de São Luís do Maranhão au Brésil|língua=francês|ano=2008|publicado=jcraymond.free.fr|autor=Jean-Claude Raymond|acessodata=4 de Março de 2011}}</ref>, conhecido como Senhor de La Ravardière, acompanhado de cerca de 500 homens vindos das cidades francesas de [[Cancale]], [[Granville]] e [[Saint-Malo]]<ref>{{Citar periódico|titulo=Le voyage de Gonneville et la découverte de la Normandie par les Indiens du Brésil (1503-1505) - Editions Chandeigne|jornal=Editions Chandeigne|url=http://editionschandeigne.fr/livre/voyage-de-gonneville-et-la-decouverte-de-la-normandie-par-les-indiens-du-bresil-1503-1505-le/|idioma=fr-FR}}</ref>, chegou à região em 1612 para fundar a [[França Equinocial]] e realizar o sonho francês de se instalar na região dos trópicos. Uma missa rezada por [[capuchinho]]s e a construção de um forte nomeado de ''Saint-Louis'' ("São Luís"), em homenagem prestada a [[Luís IX de França|Luís IX]] patrono da França, e ao rei francês da época [[Luís XIII de França|Luís XIII]]<ref name="reidafrança">{{citar web|título=Luís XIII Biographie|editora=histoire-en-ligne.com|url=http://www.histoire-en-ligne.com/spip.php?article223|acessodata=7 de fevereiro de 2011| língua=francês}}</ref>, marcaram a data de fundação da nova cidade: 8 de Setembro. Logo se aliaram aos índios, que foram fiéis companheiros na batalha contra portugueses vindos de [[Pernambuco]] decididos a reconquistar o território, o que acabou por acontecer alguns anos depois.<ref name="invasãofrancesa">{{citar web |url = http://www.pitoresco.com/historia/rocha04.htm| publicado = pitoresco.com|titulo = Os franceses no Maranhão|acessodata=5 de Março de 2011}}</ref><ref name="invasãofrancesaMA">{{citar web |url = http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/invasoes-francesas-no-brasil/sao-luis-maranhao.php|publicado = portalsaofrancisco.com.br|titulo=Invasões francesas em São Luís do Maranhão|acessodata= 5 de Março de 2011}}</ref>
 
Em novembro de 1614, os portugueses venceram os franceses na [[Batalha de Guaxenduba]], na Baía de São José. Em 1615, a tropa da [[Capitania de Pernambuco]] comandada por [[Alexandre de Moura]] expulsou os franceses do Maranhão, e o militar olindense [[Jerônimo de Albuquerque Maranhão|Jerônimo de Albuquerque]] foi destacado para comandar a cidade.<ref>{{citar web|url=https://books.google.com.br/books/about/A_extraordin%C3%A1ria_hist%C3%B3ria_do_Brasil_Vo.html?id=33ainx4_NtgC&redir_esc=y|título=A extraordinária história do Brasil - Vol. 1|página=41|publicado=Google Books|acessodata=20 de outubro de 2016}}</ref> [[Açores|Açorianos]] chegaram a São Luís em [[1620]] e a plantação da cana-de-açúcar para a produção de açúcar e aguardente tornou-se, então, a principal atividade econômica na região. Os índios foram usados como mão de obra na lavoura. A produção foi pequena durante todo o século XVII e como, praticamente, não circulava dinheiro na região, os excedentes eram trocados por produtos vindos do [[Pará]], [[Amazônia]] e [[Portugal]]. Rolos de pano eram um dos objetos valorizados na época, constando inclusive nos testamentos dos senhores mais abastados.<ref name="invasãofrancesa" /><ref name="invasãofrancesaMA" />
Utilizador anónimo