Bruços (natação): diferenças entre revisões

660 bytes adicionados ,  3 de fevereiro de 2017
m
Foram revertidas as edições de 186.205.5.176 para a última revisão de 177.18.14.240, de 19h47min de 3 de fevereiro de 2017 (UTC)
(QUAAKE)
Etiquetas: Editor Visual Remoção considerável de conteúdo
m (Foram revertidas as edições de 186.205.5.176 para a última revisão de 177.18.14.240, de 19h47min de 3 de fevereiro de 2017 (UTC))
{{Sem-fontes|data=Setembro de 2008}}
[[Ficheiro:Phelps 400m IM Missouri GP 2008.jpg|thumb|250px|O nado bruços (peito).]]
'''quaakemDareximDarexim''' ou de '''peito''' é o mais antigo dos estilos de [[natação]]. Já no [[século XVI]], havia uma maneira de nadar com os movimentos dos [[braços]] parecidos com o estilo atual. Naquele período, no entanto, os [[pé]]s ainda eram batidos alternadamente (semelhante a um [[pontapé]]). Desse método é que originou o '''nado de peito'''. Em [[1798]], o '''nado de peito''' já era o estilo mais praticado em toda a [[Europa]]..
 
== A saída ==
A saída do '''nado de peito''' é feita do bloco de partida. Em comparação com os nados [[crawl (natação)|crawl]] e [[borboleta (natação)|borboleta]], o [[mergulho]] da saída do nado peito é um pouco mais profundo, para que o nadador aplique a braçada e a pernada ainda durante o mergulho, o que é chamado de filipina e garante melhor desenvoltura do nado. O [[nadador]] deve observar com atenção o posicionamento dos [[joelho]]s. Eles não podem estar muito a frente na preparação da pernada. Isso gera uma falha: o [[quadril]] sobe, o que produz [[atrito]] e enfraquece a [[potência]] da pernada.
 
== O estilo ==
222 476

edições