Diferenças entre edições de "Balada"

483 bytes adicionados ,  00h33min de 7 de fevereiro de 2017
sem resumo de edição
(Foram revertidas as edições de 191.243.244.50 (usando Huggle) (3.1.20))
{{ver desambiguação}}
'''Balada''' refere-se a diversos tipos de [[composição musical]], segundo o período histórico de sua difusão:
'''Balada''' refere-se a uma obra musical de movimento com qualidades narrativas líricas e dramáticas; história apresentada em forma de poesia.<ref>[http://som13.com.br/as-500-melhores-baladas-do-universo As 500 melhores baladas do universo] ''Som13''.</ref>
* durante a [[Baixa Idade Média]], na [[Itália]] e na [[França]], a balada era uma composição poética para ser cantada, ou seja, a música era composta sobre um texto [[Ballata (poesia)|poético]];
* no [[Música romântica|Romantismo musical]], o termo ''balada'' podia indicar tanto uma composição musical sobre um texto poético quanto uma composição para instrumento solista, geralmente piano;<ref>[http://som13.com.br/as-500-melhores-baladas-do-universo As 500 melhores baladas do universo]. ''Som13''.</ref>
* na [[música pop]], [[música folk|folk]] e no [[jazz]], a balada é uma canção com andamento lento
 
== Baladas medievais ==
Primeiramente uma forma fixa criada por poetas franceses, o termo "balada" foi usado para descrever um tipo de arranjo de poesia francesa em música, comum nos séculos XIV e XV. Uma das ''formes fixes'', no sentido musical, a balada tipicamente consistia de uma voz aguda em destaque, contendo o texto, e duas vozes mais graves que eram vocalizadas ou executadas com instrumentos. [[Guillaume de Machaut]] é o [[compositor]] mais conhecido de baladas [[polifonia|polifônicas]]; o estilo permaneceu popular entre [[compositor]]es da ''[[Ars subtilior]]'', embora tenha saído de evidência em meados da metade do século XV.
 
== Baladas no classicismo ==
 
== Baladas no romantismo ==
No {{séc|XIX}}, o título <nowiki>''</nowiki>balada" foi dado por [[Frédéric Chopin]] para quatro grande obras para [[piano]] ([[Opus (música)|opus]] 23, 38, 47 e 52), e foi o primeiro uso significativo do termo, referindo-se a música instrumental.<ref name=scholesballade>Scholes, Percy (1938), ''The Oxford Companion to Music''. Article ''"Ballade"''.</ref> Subsequentemente, diversos outros compositores utilizaram o termo para obras de piano, incluindo [[Johannes Brahms]] (a terceira de suas ''Klavierstücke'' opus 118, e o conjunto de quatro peças opus 10), [[Edvard Grieg]] (opus 24, um conjunto de [[Variação (música)|variações]]), [[Franz Liszt]] (que escreveu duas baladas) e [[Gabriel Fauré]] (opus 19, mais tarde arranjado para piano e orquestra). Também foram compostas baladas para outros [[instrumento musical|instrumentos]] além do piano.
 
{{Referências}}