Diferenças entre edições de "Hugo Grócio"

16 bytes removidos ,  00h02min de 13 de fevereiro de 2017
sem resumo de edição
m (Foram revertidas as edições de 193.236.60.89 para a última revisão de Pedrassani, de 21h49min de 26 de setembro de 2016 (UTC))
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
|escola = [[Arminianismo]], [[Humanismo]],<br />[[Escolasticismo]]
|interesses = [[Teologia]], [[Soteriologia]]
|influências = [[Jacó Armínio]], [[Aristóteles]], [[Cícero]],<br />[[Erasmo de Roterdão]],<br />[[Francisco de Vitória]], [[Jacó Armínio]]
|influênciados = [[Thomas Hobbes]], [[Jean-Jacques Rousseau|Rosseau]], [[Immanuel Kant|Kant]]
|ideias_notáveis = Antigo teorista do [[Direito natural]]
|principais_trabalhos =
}}
'''Hugo Grócio''', '''Hugo Grotius''', '''Huig de Groot''' ou '''Hugo de Groot'''; ([[Delft]], {{dtlink|10|4|1583}} — [[Rostock]], {{dtlink|28|10|1645}}) foi um [[jurista]] a serviço da [[República dos Países Baixos]]. É considerado o fundador, junto com [[Francisco de Vitória]] e Alberico Gentili do [[Direito internacional]], baseando-se no [[Direito natural]]. Foi também [[filósofo]], [[dramaturgo]], [[poeta]] e um grande nome da [[apologética cristã]].
 
Era filho de Jan de Groot, curador da [[Universidade de Leiden|Universidade de Leida]]. Sua obra mais conhecida é ''De iure belli ac pacis'' (Das leis de guerra e paz, 1625), no qual aparece o conceito de ''[[guerra justa]]'' e do [[direito natural]].
Utilizador anónimo