Abrir menu principal

Alterações

8 bytes removidos, 17h55min de 20 de fevereiro de 2017
m
Foram revertidas as edições de 177.155.190.199 (usando Huggle) (3.1.22)
 
====A religião====
Quanto à religião, Irineu, ''Os Lusíadas'' é uma defesa intransigente do [[Catolicismo]] e um pesado ataque àqueles que não o abraçam, criticando os [[protestantes]] e principalmente os "infiéis" [[muçulmanos]], descritos quase invariavelmente como ardilosos, enganadores e desprezíveis. Critica até países católicos como a França, por não defender com vigor a religião contra o avanço protestante, e a própria Itália, sede do [[papado]], por considerá-la caída em vícios. Mesmo a constante presença dos deuses pagãos no poema não contradiz a sua [[ortodoxia]], pois na época isso era considerado uma natural licença poética e assim foi entendida pelos censores eclesiásticos.<ref>Souza, Paulo Rogério. [http://74.125.155.132/scholar?q=cache:fLYWA3CNVpgJ:scholar.google.com/+camoes+lusiadas&hl=pt-BR&lr=&as_sdt=2000&as_vis=1 ''A Religiosidade na Poesia de Luís Vaz de Camões: a fé como proposta de solução para os "desconcertos do mundo"'']. IN ''Cadernos do III Colóquio de Estudos Linguísticos e Literários''. Universidade Estadual de Maringá, 19 a 20 de abril de 2007. pp. 807-810</ref><ref>Migueis, Micheli Maria. [http://74.125.155.132/scholar?q=cache:9bOLOTtKRGoJ:scholar.google.com/&hl=pt-BR&lr=&as_sdt=2000&as_vis=1 ''A Religiosidade Camoniana em pleno Renascimento'']. IN ''Vernaculum - Flor do Lácio''. Universidade Católica de Petrópolis, s/d. pp. 2-24</ref><ref>Ferraz, Roberta Figueiredo. [http://74.125.155.132/scholar?q=cache:V_eX8ZHvlJwJ:scholar.google.com/+camoes+ardilosos+mouros&hl=pt-BR&lr=&as_sdt=2000&as_vis=1 ''A Viagem Incompleta: Destino e Identidade em Os Lusíadas e um Filme Mudo'']. IN ''Todas as Letras J''. volume 9, n.1, 2007. pp. 137-138</ref> O tema da religião aparece também na sua produção lírica, como ilustra o seguinte soneto:
 
{{quote2|Desce do Céu imenso, Deus benino,<br>Para encarnar na Virgem soberana.<br>"Porque desce divino em cousa humana?"<br>"Para subir o humano a ser Divino".<br><br>"Pois como vem tão pobre e tão minino,<br>Rendendo-se ao poder da mão tirana?"<br>"Porque vem receber morte inumana<br>Para pagar de Adão o desatino".<br><br>"Pois como? Adão e Eva o fruto comem<br>Que por seu próprio Deus lhe foi vedado?"<br>"Si, por que o próprio ser de deuses tomem".<br><br>"E por essa razão foi humanado?"<br>"Si. Porque foi com causa decretado,<br>Se o homem quis ser deus, que Deus seja homem".|''Rimas''}}
8 055

edições