Abrir menu principal

Alterações

714 bytes removidos, 16h37min de 28 de fevereiro de 2017
m
Foram revertidas as edições de 189.100.80.196 para a última revisão de !Silent, de 20h02min de 15 de fevereiro de 2017 (UTC)
A palavra "''bárbaro''" provém do [[Língua grega antiga|grego antigo]], ''βάρβαρος'', e significa "''não grego''". Era como os [[gregos]] designavam os estrangeiros, as pessoas que não eram gregas e aqueles povos cuja língua materna não era a língua grega. Principiou por ser uma alusão aos [[persas]], cujo idioma cultural os gregos entendiam como "bar-bar-bar".<ref>"barbarous", ''in'' '''Oxford English Dictionary''', 2.ª Edição, 1989,</ref> Os [[Roma Antiga|romanos]] também passaram a ser chamados de ''bárbaros'' pelos gregos.
 
Porém, foi no [[Império Romano]] que a expressão passou a ser usada com a conotação de "não-romano" ou "incivilizado". O preconceito perante os povos que não compartilhavam os mesmos hábitos e costumes é natural dos habitantes dos grandes centros econômicos, sociais e culturais, e caracteriza-se pelo [[etnocentrismo]]. Atualmente, a expressão "''bárbaro''" significa não civilizado, brutal ou cruel. Era um termo pejorativo que não condizia com a realidade pois, apesar de não compartilharem de alguns aspectos da cultura romana e não falarem o [[latim]], tais povos tinham cultura e costumes próprios, porém não se existia a ideologia antropológica do [[Relativismo cultural]] e a ideologia filosófica do [[Relativismo moral]] no tempo da expansão do [[Império Romano]], essas ciências que passam a condenar o uso do termo pejorativo "bárbaros" são resultado de análises de diferentes culturas através de conceitos surgidos no [[Século XX]] e derivados das teorias formuladas por cientistas do [[Século XIX]] ([[Século XIX|século pelo qual lançou as bases científicas e filosóficas para]] o [[Século XX|século posterior]]) como [[Sigmund Freud]] e [[Karl Marx]]<ref>https://www.ufpe.br/antropologia/images/documentos/publicacoes/antropologia/manual_de_antropologia_cultural_massangana.pdf</ref>.
 
Cada um dos povos chamados "bárbaros" era bastante distinto e esta designação abrangia tanto os [[hunos]], de origem oriental, como povos [[germânicos]], como os [[godos]], e [[celtas]], como os [[gauleses]].