Diferenças entre edições de "António Carreira"

230 bytes removidos ,  17h46min de 5 de março de 2017
== Compositores homónimos ==
 
Existem, porém, três músicos de nome ''António Carreira'': António Carreira, o velho; [[Frei António Carreira]] (filho de António Carreira, o velho) e [[António Carreira Mourão]] (sobrinho ou neto de António Carreira, o velho).
Existem porém três músicos de nome António Carreira. A. Carreira (ca. 1530- ca. 1594), mestre da Capela Real teve um filho, com o seu nome, que era Eremita de S. Agostinho, e igualmente compositor. Ignora-se a data de nascimento, mas sabe-se que morreu no Convento da Graça, em Janeiro de 1599, vitima da peste, e que guardava o desejo de publicar as obras musicais de seu pai. As suas peças vocais estão num manuscrito intitulado "Livro de São Vicente de Fora" (pertença do fundo deste mosteiro), bem como no MM 40 da Biblioteca Pública Municipal do Porto (BPMP). São dele as seguintes obras: Gloria, laus, et honor, 4vv; Kyrie, 4vv; Missa ferial, 4vv; Paixão (Segundo S. Mateus), 4vv (também no MM 40 da BPMP); Paixão (Segundo S. Marcos), 4vv; Paixão (Segundo S. Lucas), 4vv; Paixão (Segundo S. João), 4vv (também no MM 40 da BPMP). Existem ainda 7 peças anónimas que lhe são atribuídas, de acordo com a análise estilística.
 
António Carreira (''ca.'' 1530 - ''ca.'' 1594), mestre da Capela Real, teve um filho, com o seu nome, [[Frei António Carreira]] (''ca.'' 1550/5 - 1599) que era [[Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho|Eremita de S. Agostinho]] e igualmente compositor. Ignora-se a sua data de nascimento, mas sabe-se que morreu no [[Convento da Graça (Lisboa)|Convento da Graça]], em Janeiro de [[1599]], vítima da [[peste negra|peste]], e que guardava o desejo de publicar as obras musicais de seu pai.
Existe também um terceiro António Carreira, também conhecido como António Carreira «o moço» ou [[António Carreira Mourão]] (m. 1637) que era sobrinho ou neto do mestre da Capela Real e que foi, por sua vez, [[mestre de capela]] na [[Sé de Braga]] (desde 1606) e posteriormente na [[Catedral de Santiago de Compostela|Sé Catedral de Santiago de Compostela]] (dando entrada ao serviço a 2 de Julho de 1613). Terá ocupado esta função até a data da sua morte, a 19 de Março de 1637.Teve cinco filhos, sendo quatro religiosos (um deles também chamado António Carreira), excepto o primogénito.
 
Existe também umO terceiro "António Carreira", também conhecido como António Carreira «o moço» ou [[António Carreira Mourão]] (m.? - 1637) que era sobrinho ou neto do mestre da Capela Real e que foi, por sua vez, [[mestre de capela]] na [[Sé de Braga]] (desde 1606) e posteriormente na [[Catedral de Santiago de Compostela|Sé Catedral de Santiago de Compostela]] (dando entrada ao serviço a 2 de Julho de 1613). Terá ocupado esta função até a data da sua morte, a 19 de Março de 1637. Teve cinco filhos, sendo quatro religiosos (um delesdos quais também chamado António Carreira), exceptoe oforam todos religiosos com excepção do primogénito.
 
==Discografia Mínima==
1 861

edições