Diferenças entre edições de "Alberto da Suécia"

60 bytes adicionados ,  10h20min de 21 de março de 2017
sem resumo de edição
| tipo-cônjuge = Esposas
| descendência = Érico I, Duque de Mecklemburgo-Schwerin<br/>Ricarda Catarina da Suécia<br/>Alberto V, Duque de Mecklemburgo-Schwerin
| casa = [[Casa de Mecklemburgo|Mecklemburgo-Schwerin]] (''Mecklenburgska ätten'')
| pai = Alberto II, Duque de Mecklemburgo-Schwerin
| mãe = Eufêmia da Suécia
| religião = [[Igreja Católica|Catolicismo]]
}}
'''Alberto''' (conhecido na Suécia como ''Albrekt av Mecklenburg''; [[Circa|c.]] [[1338]] – {{dtlink|1|4|1412}}) foi o [[Lista de monarcas da Suécia|Rei da Suécia]] de 1364 até ser deposto em 1389, e também Duque de Mecklemburgo-Schwerin como '''Alberto III''' de 1384 até sua morte. Foi eleito rei da Suécia de maneira ilegal, em um levante contra [[Magno IV da Suécia|Magno IV]] e [[Haakon VI da Noruega|Haakon VI]]. Em 1384, uniu a Suécia e Mecklemburgo. Durante todo o seu reinado, viveu-se um [[guerra civil]].
 
Alberto foi o segundo filho do duque [[Alberto II de Mecklemburgo]] e de Eufemia Eriksdotter, irmã do rei sueco Magno IV. Alberto se declarou herdeiro do trono sueco, porque haviam morrido o rei Magno IV e seu filho [[Haakon VI da Noruega|Haakon VI]]. Os duques se [[Mecklemburgo]] também se aparentavam com a [[dinastia Sverker]], que havia reinado anteriormente na Suécia.
51 958

edições