Diferenças entre edições de "Discussão:Ordem da Liberdade"

5 003 bytes adicionados ,  22h04min de 26 de março de 2017
sem resumo de edição
::Assim sendo, mantenho as questões colocadas, excepto a f), à qual conseguiu mostrar uma justificação. Grato, [[Usuário:NelsonCM|NelsonCM]] ([[Usuário Discussão:NelsonCM|discussão]]) 13h53min de 25 de março de 2017 (UTC)
:::{{Ping|NelsonCM}} Sinta-se livre para criar um artigo autónomo sobre o rol de agraciados e transferir para lá os condecorados abaixo do grau mais alto; não pode é simplesmente apagar a informação aqui e esperar depois que outro editor crie o artigo mais tarde, porque embora não se perda (é visível no histórico) a informação fica sem visibilidade (não só prejudica os leitores como outros editores que no futuro queiram criar a lista autónoma do artigo principal e desconhecendo o histórico teriam trabalho desnecessário). Mas atenção só justifica um artigo autónomo se a lista de condecorados for extensa e desproporcional face a todo o artigo principal. E não convém criar listas que reproduzam categorias (dificilmente sobrevivem a PEs) como fez [[Lista de agraciados da Ordem Militar de Cristo|aqui]]. Uma lista para ser um artigo autónomo tem de ter mais info, veja por exemplo [[Membros da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito|esta]]. Em relação à "comendadeira" trata-se de algo desnecessário no artigo já que é uma simples flexão de género do substantivo comendador, ou seja é uma mera curiosidade, algo que a comunidade [[Wikipédia:Seções de curiosidades|reprova]]; já a diferença cavaleiro/dama é justificável, pois são substantivos distintos para o mesmo grau. Nos membr'''os''' honorári'''os''' deve ser usado o plural já que se trata de uma lista aberta (é exemplificativa, logo há mais do que os apresentados), não foi erro nem lapso. Há mesmo duas categorias de condecorados: Titulares e Honorários, veja [http://www.ordens.presidencia.pt/?idc=152 aqui], e essa diferença deve ser mantida na Wikipédia. A Associação dos Deficientes das Forças Armadas deve constar do rol de agraciados porque tem ampla notoriedade. Acho que respondi a tudo, mais alguma dúvida é só dizer. [[Usuário:Gonçalo Veiga|Gonçalo Veiga]] ([[Usuário Discussão:Gonçalo Veiga|discussão]]) 16h22min de 26 de março de 2017 (UTC)
::::{{Ping|Gonçalo Veiga}}. Concentremos então a discussão aqui. Antes gostaria de agradecer a intervenção de {{Ping|Darwinius}} na outra página e dizer-lhe que concordo consigo e é por isso que acho que, a ter que haver uma duplicação de informação como é feito no exemplo apresentado por Gonçalo Veiga [[Membros da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito|esta lista]] de esta [[Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito|ordem]], uma tabela colapsada preserva, de alguma forma, a {{citação|conteúdo referente à ordem em si}}. Não me lembro mas acho que li em tempos uma política/recomendação sobre uma questão do "aspecto do artigo" mas não estou para ir procurar agora.
::::Respondendo agora ao Gonçalo Veiga: Concordo consigo quando diz {{citação|a lista de condecorados for extensa e desproporcional face a todo o artigo principal.}} Creio que foi a ideia que acabei de exprimir ao Darwinius. Em relação à lista que criei [[Lista de agraciados da Ordem Militar de Cristo|aqui]], simplesmente me limitei a retirar a informação de um lado para outro e a dar uns retoques visuais. Se a informação não tem "qualidade" então nem no artigo principal deveria estar. Para dizer isto apenas me baseio na frase {{citação|A Wikipédia não é um repositório desordenado de informações}}.
::::Continuo com dúvidas por isso volto a rever as questões que lhe coloquei, dado que já teve duas oportunidades para respondê-las:
::::a) Não respondeu.
::::b) Agora fala em "notoriedade" da associação em questão. A pergunta é sobre é sobre a "redundância" da sua inclusão. Por muito notória que seja continua a não ser redundante na lista que se pretendeu que fosse exemplificativa, respeitando edições anteriores, como já expliquei. Para mim, mesmo que fosse desconhecida seria redundante. Creio que isto é pura lógica. Por mim, essa lista pode muito bem ser eliminada o que não pode é crescer sem motivo que não esteja nas premissas que levaram à manutenção da lista.
::::c) Tem razão em fazer a distinção. Agradeço a informação. A minha posição estava baseada na mesma origem, mas [http://www.ordens.presidencia.pt/?idc=189 nesta secção], que não faz essa distinção pelo que farei questão em rever/introduzir essa informação em todos os artigos em que a introduzi.
::::d) Não respondeu.
::::e) Não respondeu.
::::f) Respondeu com a sua opinião e com "outros artigos" mas não me apresentou qualquer argumento/política/recomendação para que seja dessa forma que me convença que a sua posição é a mais correcta. Mesmo depois de lhe ter dado exemplos de outras WP (dos países de origem que até têm monarca) que não o fazem, facto sobre o qual não se pronunciou. Achei que houve progresso quando afirmou {{citação|a lista de condecorados for extensa e desproporcional face a todo o artigo principal.}} mas também retrocesso com {{citação|criar um artigo autónomo sobre o rol de agraciados e transferir para lá os condecorados abaixo do grau mais alto}}.
::::g) Não respondeu.
::::h) Disse agora que {{citação|não foi erro nem lapso}}. O que está escreveu no artigo foi {{citação| ... para além de uma entidade (Amnistia Internacional) como Membros-Honorários.}} Isto para mim, simplesmente, não é português. Estou curioso em saber onde, na gramática portuguesa, me consegue provar que isto {{citação|não foi erro nem lapso}}.
::::i) Não respondeu.
::::j) Não respondeu.
::::k) Agora acusa-me de criar {{citação|algo que a comunidade reprova}}. Falso. O que a comunidade reprova são as [[Wikipédia:Seções de curiosidades]]. Eu coloquei uma nota não criei uma secção, que é sobre "Seções" que recomendação trata. Aconselho que a leia antes de a evocar, nomeadamente a parte {{citação|Esta diretriz não sugere a inclusão ou exclusão de qualquer informação}}. Mesmo assim registo com pesar o facto de agora etiquetar como "curiosidade" a palavra "Comendadeira". Como já foi dito e está referenciado esta é a forma correta de se referir à agraciada. Continuo a acreditar que, no português, há uma maneira correta de falar e nunca me verá tratar alguém de "estudanta" nem de "presidenta" e nunca eu "encertei" um bolo "massivo". Compreendo que haja evolução na língua mas quando uma enciclopédia apresenta a maneira correta de escrever algo, e isso é uma "curiosidade", algo deve estar profundamente errado.
::::l) Não respondeu.
::::m) Não respondeu.
::::n) Não respondeu. Apenas se propôs a repô-lo porque o que eu tinha colocado {{citação|tem as bandeiras}}, algo que me recuso a classificar.
::::o) Não respondeu.
::::Continuo à espera das respostas às questões que coloquei e agradeço que não volte a acusar de fazer coisas que eu não fiz. De resto, até agora não o acusei de nada. Grato, [[Usuário:NelsonCM|NelsonCM]] ([[Usuário Discussão:NelsonCM|discussão]]) 22h03min de 26 de março de 2017 (UTC)
4 345

edições