Diferenças entre edições de "Casa de Mecklemburgo"

31 bytes adicionados ,  06h06min de 30 de março de 2017
[[Niklot]] era um senhor da tribo [[Vênedos|vêneda]] dos [[Obotritas]]. Quando o Sacro Império Romano se expandiu em direcção a leste, mais especificamente para a costa do Báltico no [[século XIII]], uma parte dos senhores obotritas aliaram-se aos líderes alemães e, assim, fortaleceram as suas posições. Os mais poderosos foram os que se tornaram os primeiros senhores de Mecklemburgo (nome que tem origem no seu principal castelo, '''Mikla Burg''', que significa ''"grande castelo"''). O principal ramo da casa foi elevado a ducado em 1347 e foram-se tornando cada vez mais germânicos, preservando assim a sua posição.<ref>Ilka Minneker: Vom Kloster zur Residenz – Dynastische Memoria und Repräsentation im spätmittelalterlichen und frühneuzeitlichen Mecklenburg. Rhema-Verlag, Münster 2007, ISBN 978-3-930454-78-5</ref>
 
== ReivindicaçãoReis doda tronoSuécia da SuéciaCasa de Mecklemburgo==
A Casa de Mecklenburgo (''Mecklenburgska ätten'') teve um único monarca na Suécia:
*[[1363]]-[[1389]] - [[Alberto da Suécia]] (''Albrekt av Mecklenburg''; rei da Suécia [[1363]]-[[1389]])
 
== Reivindicação do trono da Suécia ==
A partir do [[século XIV]], os duques de Mecklemburgo começaram a lutar pela herança do trono da Suécia, uma vez que o duque de Mecklemburgo era descendente de duas mulheres que várias lendas afirmavam descender das casas reais escandinavas.
 
49 196

edições