Abrir menu principal

Alterações

18 bytes removidos, 21h55min de 10 de abril de 2017
m
Foram revertidas as edições de 189.91.197.245 (usando Huggle) (3.1.22)
 
[[Ficheiro:Pedro Américo - A carioca - 1882.jpg|thumb|"A Carioca", pintura de 1882 de [[Pedro Américo]]|358x358px]]
Oficialmente, '''Carioca''' é o [[gentílico]] do [[Municípios do Brasil|município]] do [[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]], no [[Unidades federativas do Brasil|estado]] do [[Rio de Janeiro]], no [[Brasil]]. Popularmente, no entanto, é também aceito como gentílico do Estado do Rio de Janeiro. Atualmente, busca-se o reconhecimento de "carioca" como gentílico co-oficial de todo o Estado do Rio de Janeiro, junto com "fluminense" <ref>{{Citar periódico|ultimo=Lucas|primeiro=Jorge Alexandre|data=2014-01-01|titulo=Somos todos cariocas: identidade e pertencimentos no mundo globalizado|jornal=Revista Científica Ciência em Curso|volume=3|numero=2|paginas=111–123|issn=2317-0077|url=http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/ciencia_curso/article/view/2659|idioma=fr}}</ref>. Klsklajlajlajsjfk
 
== Histórico do gentílico ==
No [[Brasil Colônia|período colonial]] (século 16 - século 18), os nascidos na [[capitania do Rio de Janeiro]]<ref>COMELLI, P. ''As ruas do Rio de Janeiro imperial''. Disponível em http://www.comelliphilatelist.com/artigos3.asp?id=262. Acesso em 14 de setembro de 2012.</ref> eram conhecidos por duas denominações: "carioca", devido ao [[Rio Carioca]]<ref>NAVARRO, E. A. ''Dicionário de tupi antigo: a língua indígena clássica do Brasil. ''São Paulo. Global. 2013. p. 555.<br>
70 735

edições