Diferenças entre edições de "Produtor musical"

1 byte adicionado ,  15h25min de 12 de abril de 2017
sem resumo de edição
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 2804:7f7:dc80:3985:21d8:531f:59b2:623a, com Reversão e avisos)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
{{Sem-fontes|data=dezembro de 2010| arte=| Brasil=| ciência=| geografia=| música=| Portugal=| sociedade=|1=|2=|3=|4=|5=|6=}}
Na [[Indústria da música|indústria musical]], um '''produtor musical''', '''produtor discográfico''' ou '''produtor executivo''' é o termo que designa uma pessoa responsável por completar uma [[gravação e reproduçãoreprod2ução sonora]] para que esteja pronta para o lançamento. É esta pessoa quem controla as sessões de gravação, ensaia e guia os [[músico]]s e [[cantor]]es e faz a supervisão do processo de [[mixagem]] e de [[masterização de áudio]].
 
Na primeira metade do [[século XX]], o papel do produtor musical lembrava aquele do [[produtor cinematográfico]], em que o produtor musical supervisionava as sessões de gravação, pagava os técnicos, músicos e os responsáveis pelo arranjo das músicas, e algumas vezes até escolhia material para o artista. Pela [[década de 1960]], os produtores musicais pegaram um papel mais direto no processo musical, incluindo criar [[arranjo (música)|arranjo]]s, cuidar da engenharia da gravação e até mesmo [[compositor|escrever]] o material. Através de tudo isso, os produtores têm tido uma forte influência, não apenas em carreiras individuais, mas no curso da [[música popular]].