Diferenças entre edições de "Escola de Sagres"

38 bytes removidos ,  15h12min de 10 de maio de 2017
m
Sem fontes pois sobre a Escola de Sagres propriamente dita, não são feitas quaisquer referências no artigo; é necessária uma revisão total com apoio de fontes como a Infopédia, Jornal Público ou o Instituto Camões.
m (Página marcada como sem fontes, usando FastButtons)
m (Sem fontes pois sobre a Escola de Sagres propriamente dita, não são feitas quaisquer referências no artigo; é necessária uma revisão total com apoio de fontes como a Infopédia, Jornal Público ou o Instituto Camões.)
{{Sem-fontes|data=maio de 2017}}
{{sem notas||pt|data=março de 2009}}
[[Ficheiro:Portugal Sagres.jpg|thumb|direita|250px|Rosa dos ventos da fortaleza de [[Sagres]], no [[Algarve]], [[Portugal]].]]
A '''Escola de Sagres''' constitui um dos grandes [[mito]]s{{carece de fontes|data=abril de 2017}} da [[História de Portugal|história portuguesa]], resultante de deficientes interpretações de crónicas antigas.{{carece de fontes|data=abril de 2017}} Com base no pressuposto de que o [[Infante de Portugal|infante]] [[Henrique, Duque de Viseu|D. Henrique]] convidou um [[cartógrafo]] [[Catalães|catalão]] para se colocar ao seu serviço, muitos consideraram{{Quem}} (a partir logo do [[século XVI]], com [[Damião de Góis]]), que teria havido uma [[escola]] [[náutica]] em [[Sagres (Vila do Bispo)|Sagres]], fundada pelo Infante D. Henrique, por volta de [[1417]], no [[Algarve]]. A escola, centro da [[Náutica|arte náutica]], teria assim formado grandes [[descobrimentos|descobridores]], como [[Vasco da Gama]] e [[Cristóvão Colombo]].{{Ref label2|a}}
45 830

edições