Diferenças entre edições de "Girondino"

1 173 bytes adicionados ,  08h37min de 16 de maio de 2017
sem resumo de edição
m (+correções semiautomáticas (v0.53/3.1.39/0.4))
|notas =
}}
'''Girondinos''' ou(do francês '''girondinismo'girondin'', por ter sido formado em torno de deputados do departamento da [[Gironda]]) era a denominação de um grupo [[política|político]] moderado, chefiado porda [[Jacques-PierreAssembleia Brissott]]Nacional Constituinte Francesa ([[1754]]-[[1793]]1789)|Assembleia durante a [[Revolução FrancesaNacional]]. Compreendia(onde, juntojuntamente com os [[jacobinos]] ([[jacobinismo]], liderados porde [[Maximilien de Robespierre|Robespièrre]]), e os ''[[Clube dos Cordeliers|cordeliers]]'', (porde [[Georges Jacques Danton|Danton]]), representavam o [[Três Estados|Terceiro Estado]],) e ocupavamda o[[Convenção lado(Revolução direitoFrancesa)|Convenção daNacional]] Assembleia[[França|francesa]], ficandochefiado nopor centro,[[Jacques-Pierre o CleroBrissott]] (Primeiro Estado[[1754]]-[[1793]]), edurante Aristocraciaa (Segundo[[Revolução Estado)Francesa]]. DefendiamSeus umamembros Monarquiapertenciam, Constitucionalem esua semaioria, enfraqueceramà politicamenteburguesia comprovincial. aSeu tentativaviolento deenfrentamento fugacom deo Luis XVI. A conotação políticagrupo dos termos[[Montanha '''Esquerda'''(Revolução eFrancesa)|montanheses]] '''Direita'''(ou provémjacobinos) destadominou divisãoos inicialprimeiros meses da AssembléiaConvenção Nacional. Os '''Girondinos''' tinham em seus quadros representantes da alta burguesia.
 
Na Convenção (1792 - 1795), os girondinos, foram instalados do lado direito do plenário, enquanto o grupo da Montanha, composto de 24 deputados de Paris e outros, foi instalada do lado esquerdo. A conotação política dos termos [[esquerda política|esquerda]] e [[direita política|direita]] provém dessa divisão inicial do plenário. Os girondinos dominavam a Asssembleia e, imediatamente, começaram a atacar a Comuna de Paris e os "montanheses" (mais conhecidos como jacobinos), por considerá-los responsáveis pelos [[Massacres de Setembro de 1792|massacres de setembro de 1792]]. [[Marat]] foi o primeiro implicado. Por outro lado, durante o processo de [[Luis XVI]], os girondinos, que se opunham à condenação do rei, foram considerados pouco republicanos. Defendiam uma [[monarquia constitucional]] e se enfraqueceram politicamente com a tentativa de fuga de [[Luís XVI]]. Afinal, sua posição contrária à instituição de um tribunal revolucionário comprometeu definitivamente os girondinos.
 
== Origem ==
Após a formação da república, a Assembleia se dividiu entreem grupos: '''Montagnards'montagnards'' (montanheses) e constituíamocupavam "o setor mais alto do plenário, denominado ''La Montagne"'' ('a [[Montanha (Revolução Francesa)|Montanha]]'), assim chamada porque ocupavam as altas; do plenário enquanto que os '''girondinos''' e outros grupos por ocuparemocupavam as partes baixas, eramsendo por isso chamados de "''peuple dedu marais"'' ('povo dosdo pântanos'), ou "''peuple de '''La Plaine'''" ('povo da planície').
 
Em um clima dominado pela [[guerra civil]], Robespièrre, com a ajuda dado grupo '''La Montagne''', e com apoio dos '''Sanssans-culottes''' (proletários parisienses) instituiu o regime do ''' [[Terror''' (Revolução Francesa)|Terror]], período caracterizado por processos sumários deque frequentemente resultavam na condenação à morte na [[guilhotina,]]. envolvendoTais processos, na maioria das vezes, envolviam personalidades políticas opostas aos Jacobinos[[jacobinos]], de modo que, culminouem naoutubro eliminaçãode dos1793, vários líderes '''girondinos''' emhaviam outubrosido de 1793eliminados.
 
Os girondinos eram os deputados dedo um[[departamentos departamentoda no interiorFrançaDepartamento]] da França, a [[Gironda]], área próspera da costa atlântica, tendendo a representar os interesses comerciais e a [[visão de mundo]] da [[burguesia]] ilustrada, que oscilava entre a [[monarquia constitucional]] e a [[república]]. AEssa posição delesfavorável a favor daà conciliação com a monarquia os levou-os à perdição quando a França foi invadida e encontraram-seforam osencontrados documentos comprometedores daenvolvendo açãoações do rei. Os girondinos mais representativos deles eram o deputado Brissot e o Ministro Roland, em cuja casa, o salão da mmeMme. Roland, reunia-se àa elite dos Girondinosgirondinos e dos Jacobinosjacobinos.
 
{{Referências}}