Diferenças entre edições de "John Paul Stapp"

163 bytes adicionados ,  14h14min de 17 de maio de 2017
sem resumo de edição
m (Bot: Replacements: fix URL prefix)
|notas =
}}
'''John Paul Stapp''' ([[Bahia]], [[Brasil]], {{dtlink|lang=pt|11|7|1910}} — [[Alamogordo]], [[Estados Unidos]], {{dtlink|lang=pt|13|11|1999}}), Ph. D., médico, e coronel da [[Força Aérea dos Estados Unidos]]. Foi um pioneiro nos estudos dos efeitos das forças de aceleração e desaceleração no organismo humano. Contemporâneo e colega de [[Chuck Yeager]], Stappo tornou-seprimeiro conhecidohomem comoa oquebrar a barreira do som, Stapp foi chamado de ''"O homem mais rápido da terra"''. Tornou-se também conhecido por popularizar a [[Lei de Murphy]]<ref>[http://www.improb.com/airchives/paperair/volume9/v9i5/murphy/murphy2.html O homem mais rápido da Terra]</ref>. É também conhecido por popularizar a [[Lei de Murphy]].
 
Stapp foi selecionado pela Força Aérea dos EUA como ''"cobaia"'' de testes para medir a resistência humana a grandes acelerações. Desafiou a velocidade pilotando um trenó com propulsão por foguetes. Quando iniciou suas pesquisas, em 1947, estimava-se que um ser humano suportaria no máximo uma aceleração equivalente a 18[[G (Física)|g]] (18 vezes a força da [[gravidade]]). Stapp desfez essa barreira ao longo do seu processo de trabalho, experimentando mais picos de força ''g'' que qualquer outro humano. Por conta disso, sofreu inúmeras lesões incluindo membros e costelas quebrados, descolamento de [[retina]] e traumas diversos, que no decorrer de sua vida comprometeriam sua visão permanentemente por conta do rompimento de vasos sanguíneos em seus olhos. Em um de seus últimos testes com trenós movidos a foguete, Stapp foi submetido ao equivalente a 46,2 vezes a força da gravidade<ref>[http://www.ejectionsite.com/stapp.htm 46.2 times the force of gravity]</ref>. A contribuição para os projetos aeronáuticos que essas pesquisas trouxeram, além de fundamentalmente importantes, são largamente disseminadas e difíceis de quantificar.
John Paul Stapp nasceu na Bahia, Brasil, em 11 julho de 1910, sendo o primeiro filho de Charles F. Stapp, missionário [[Batista]].
 
PassouNo suaBrasil infânciatambém nopassou Brasilsua infância; seus pais, ambos professores, deram-lhe as primeiras instruções escolares. Aos 12 anos, foi enviado aos EUA, encaminhando-o para a San Marcos Academy, no [[Texas]], onde ele completou o curso escolar. Em 1927 ele ingressou na [[Baylor University]], em [[Waco]], Texas, graduando-se em 1931 em Zoologia e, em 1932, em Química. De 1932 a 1934 ele atuou como instrutor de zoologia e química na Decatur Baptist College, atual Dallas Baptist University, também no Texas. Obteve seu doutorado em Biofísica pela [[Universidade do Texas]], em [[Austin]] em 1940 e, em 1944, tornou-se médico pela [[University of Minnesota]], em [[Minneapolis]].
Stapp ingressou no [[Corpo Aéreo do Exército dos Estados Unidos|United States Army Air Corps]] (USAAC), predecessor da Força Aérea dos EUA (USAAF), em 5 de Outubro de 1944. Em 1946, foi transferido para o Aero Medical Laboratory como diretor de projeto e consultor médico no Departamento de [[Biofísica]]. Sua primeira atribuição como diretor de projeto incluía uma série de vôos testando sistemas de [[oxigênio]] em aeronaves não pressurizadas a 40 mil pés (12,2 mil metros)<ref>[http://www.ejectionsite.com/stapp.htm Testes em aeronaves não pressurizadas]</ref>. Um dos mais desafiadores problemas com vôos de alta altitude era o perigo de [[doença de descompressão]]. O trabalho de Stapp resolveu o problema e uma série de outros tantos, conduzindo a geração seguinte de aviões a um novo patamar tecnológico, assim como aperfeiçoou as técnicas de [[pára-quedismo]] em grandes altitudes. Em março de 1947, Stapp foi escalado para o programa de testes de desaceleração.
 
Em 1967, a Força Aérea dos EUA cedeu Stapp ao National Highway Traffic Safety Administration, instituição responsável por conduzir pesquisas sobre segurança [[automóvel|automobilística]]. Dr. Stapp reformou-se em 1970 no posto de Coronel da Força Aérea dos EUA.
Nos anos que antecederam sua morte, Stapp foi presidente do New Mexico Research Institute, cargo acumulado com a função de conselheiro da Stapp Car Crash Conference, evento dedicado ao estudo de acidentes rodoviários e busca por soluções voltadas para o aprimoramento da segurança dos automóveis.
 
Pioneiro da medicina aeroespacial, o Coronel Doutor John Paul Stapp faleceu em 13 de Novembro de 1999 em sua casa, em Alamogordo, Novo México aos 89 anos. Entre suas condecorações constam: National Aviation Hall of Fame; Jet Pioneers of America; International Space Hall of Fame; Safety Health Hall of Fame; Air Force Cheney Award for Valor; e the Lovelace Award da NASA por pesquisas médicas aerospaciais.
 
===Lei de Murphy===
==Pesquisas sobre Desaceleração==
[[Imagem:Rocket_sled_track.jpg|thumb|240px|John Paul Stapp pilota o trenó a foguete na Base Aérea Edwards]]
 
 
Por volta de 1945, os militares americanos perceberam que precisavam desenvolver estudos que levassem a um melhor domínio de conceitos de segurança aeronáutica aplicada aos ocupantes durante uma colisão. A fase inicial do programa, definida pelo Aero Medical Laboratory, era desenvolver equipamentos e instrumentação por meio dos quais fosse possível simular colisões aeronáuticas e estudar a influência de asssentos e cintos e a tolerância humana a desaceleração experimentada em colisões aeronáuticas simuladas.
As pesquisas do Dr. Stapp em desaceleração tiveram profundo impacto tanto na aviação militar quanto civil. Por exemplo, o conceito de assentos voltados para a traseira, que era conhecido anteriormente, recebeu forte impulso com o programa de pesquisas sobre colisão, que provou ser esta posição mais segura para passageiros, requerendo menos suporte dos cintos, já que um humano suportaria muito menor desaceleração assim do que na posição voltada para frente. Como resultado, todos os equipamentos do comando militar de transporte aéreo ""MATS"" foi equipado com esse tipo de assento. As linhas aéreas comerciais, assim como a [[Real Força Aérea|RAF]] chegaram a considerar a aplicação desse dado.
 
Novos equipamentos de proteção lateral também foram desenvolvidos por Stapp, voltados principalmente para a proteção de [[Paraquedismo|para-quedistas]], que normalmente viajavam sentados lado a lado nas aeronaves.
 
Por conta também das pesquisas de Stapp, a resistência dos assentos dos [[Caça (avião)|caça]]s foi aumentada consideravelmente para o equivalente a 32g (310m/s²) uma vez que ficou provado que um piloto poderia sobreviver a impactos dessa natureza se seu assento não se arrebentasse.