Abrir menu principal

Alterações

555 bytes removidos ,  00h23min de 26 de maio de 2017
Alterei o segundo paraágrafo.
* A Alocação pode ser tanto estática, feita quando o programa é compilado, e a dinâmica, adiada até a execução.
* A Fragmentação, desperdício de memória, por sua vez pode ser interna, sobra na memória reservada ao programa, e externa que acontece quando após o termino dos programas são deixadas pequenas lacunas entre as páginas.
Para que a utilização da memória seja mais vantajosa, é utilizada a [[Paginação]], processos virtuais da memória, aplicados na divisão da memória física em partições menores, chamadas de [[frames]].
O conjunto de [[registradores]] especiais rápidos chama-se Translation Lookaside Buffer, estes são subdivididos em chave valor que lhe é dado em todos os registradores ao mesmo tempo, e valor.
 
Existe uma técnica de gerencia de memória chamada [[memória virtual]], que é onde [[memória principal|memórias principais]] e secundárias juntas criam a ilusão de que há muito mais memória, com isso os programas e suas estruturas de dados não se limitam ao tamanho da memória física, e assumem endereços na memória secundária.
O gerenciamento de memória virtual pode ocasionar vazamento de memória, ou seja, quando determinada quantia de memória é alocada e não liberada mesmo que não sendo utilizada, assim dados perdem a referencia sem ao menos terem usado memória.
O gerenciamento automático chama-se [[Coletor de lixo (informática)|Garbage collector]]. Ele retira os blocos de memória automaticamente. Seus algoritmos são divididos em duas famílias: a Identificação direta, por contagem de referência, e a Identificação indireta, por varrimento.
3

edições