Abrir menu principal

Alterações

15 bytes adicionados ,  22h38min de 1 de junho de 2017
não e individuo
Em algumas [[subcultura]]s, o uso de drogas é visto como símbolo de ''[[status social|status]]'', o que ocorre em lugares como [[casa noturna|casas noturnas]], [[boate]]s, ''[[rave]]s'' e [[festa]]s.<ref>{{citar jornal |autor=ANDERSON T L |titulo=Drug identity change processes, race, and gender. III. Macrolevel opportunity concepts |jornal=Substance use & misuse |volume=33 |numero=14 |paginas=2721–35 |ano=1998 |pmid=9869440 |doi=10.3109/10826089809059347}}</ref> Isso é fato histórico em muitas culturas; as drogas têm sido consideradas símbolos de ''status'' desde a [[antiguidade]]. Por exemplo, no [[Antigo Egito]], eram comuns as representações de [[Divindade|deuses]] segurando plantas alucinógenas.<ref>{{citar jornal |autor=BERTOL E, FINESCHI V, KARCH S, MARI F, RIEZZO I |titulo=Nymphaea cults in ancient Egypt and the New World: a lesson in empirical pharmacology |jornal=Journal of the Royal Society of Medicine |volume=97 |numero=2 |paginas=84–5 |ano=2004 |pmid=14749409 | doi = 10.1258/jrsm.97.2.84}}</ref>
 
Por causa da controvérsia sobre o regulamento das drogas recreacionais, existe um debate sobre a proibição das drogas. Críticos da proibição acreditam que a não regulamentação do uso de drogas recreacionais é uma violação da [[autonomia]] pessoal e da [[liberdade]] do indivíduo.<ref>{{citar jornal |autor=HAYRY M |titulo=Prescribing cannabis: freedom, autonomy, and values |jornal=Journal of Medical Ethics |volume=30 |numero=4 |paginas=333–6 |ano=2004 |pmid=15289511| doi = 10.1136/jme.2002.001347}}</ref>
 
===Uso ritual e espiritual===