Diferenças entre edições de "Espectrofotometria"

25 bytes adicionados ,  16h39min de 11 de junho de 2017
m
Foram revertidas as edições de 177.84.109.254 (usando Huggle) (3.1.22)
m (Foram revertidas as edições de 177.84.109.254 (usando Huggle) (3.1.22))
Os [[compostos orgânicos]] também absorvem radiações na região do [[infravermelho]] (IV) do espectro. A [[radiação infravermelha]] não tem energia suficiente para excitar os [[elétrons]] e provocar transições eletrônicas, mas ela faz com que os átomos ou grupos de átomos vibrem com maior rapidez e com maior amplitude em torno das [[ligações covalentes]] que os unem.
 
Estas vibrações são quantizadas e, quando ocorrem, os compostos absorvem energia IV em certas regiões do [[espectro]]. Nas vibrações, as [[ligações covalentes]] comportam-se como se fossem pequenas molas unindo os [[átomos]]. Quando os átomos vibrvibram, só podem oscilar com certas [[frequências]], e as ligações sofrem várias deformações. Quando a ligação absorve energia, ela sofre alterações e, ao retornar ao estado original, libera essa energia, que então é detectada pelo [[espectrômetro]].
Os [[compostos orgânicos]] também absorvem radiações na região do [[infravermelho]] (IV) do espectro. A [[radiação infravermelha]] não tem energia suficiente para excitar os [[elétrons]] e provocar transições eletrônicas, mas ela faz com que os átomos ou grupos de átomos vibrem com maior rapidez e com maior amplitude em torno das [[ligações covalentes]] que os unem. Estas vibrações são quantizadas e, quando ocorrem, os compostos absorvem energia IV em certas regiões do [[espectro]]. Nas vibrações, as [[ligações covalentes]] comportam-se como se fossem pequenas molas unindo os [[átomos]].
 
72 192

edições