Abrir menu principal

Alterações

533 bytes removidos, 08h58min de 20 de junho de 2017
sem resumo de edição
* ''[[Radio Nikkei|Nikkei Radio Broadcasting]]''
}}
 
[[Imagem:2011 Japan Earthquake Tokyo Tower.jpg|thumb|Extremidade da Torre de Tóquio danificada durante o [[sismo e tsunami de Tohoku de 2011]].]]
O Japão utilizava tanto a transmissão analógica quanto a digital, mas em julho de 2011 toda a transmissão televisiva passou a ser digital. A Torre de Tóquio não é uma antena de transmissão confiável para canais digitais, visto não ser alta o suficiente para transmitir as ondas de alta frequência necessárias para alcançar regiões cercadas por florestas ou arranha-céus. Como alternativa, uma nova torre com 634 metros de altura chamada ''[[Tokyo Sky Tree]]'' foi projetada, tendo sido inaugurada em 2012.<ref name="new JT"/> A fim de tornar a Torre de Tóquio mais atrativa para a [[NHK]] e outras cinco emissoras comerciais que planejam mudar suas estações de transmissão para a nova torre, oficiais da ''Nippon Television City'' projetaram um estudo que focava aumentar a antena de transmissão digital de 80 para 100 metros. Para isso, a estrutura deveria ser alargada em 20 metros, o que custaria aproximadamente 4 bilhões de ienes. Além de arcar com este custo, a companhia colocaria mais 3,5 bilhões de ienes na reforma da estação de transmissão, oferecendo quatro vezes mais área para cada emissora. Entretanto, as restrições da aviação em Tóquio limitaram a altura da Torre de Tóquio, porém o atual presidente da ''Nippon Television City'', Shin Maeda, afirmou mais tarde que a companhia planejava discutir o assunto com os ministérios e agências.<ref>{{citar web|url=http://search.japantimes.co.jp/cgi-bin/nn20070923a3.html |título=Tokyo Tower to add 100&nbsp;meters |acessodata=18 de setembro de 2008 |data=23 de setembro de 2007 |obra=The Japan Times|archiveurl=http://www.webcitation.org/653ohQjP4|archivedate=2012-01-29}}</ref> No entanto, caso esses projetos não se concretizarem, a Torre de Tóquio irá interromper a transmissão de rádio e TV digital, com a exceção da ''[[Open University of Japan]]'', que continuará sendo transmitida. Estações de rádio FM também irão continuar a utilizar a torre para transmitir na região de Tóquio. Masahiro Kawada, o diretor de planejamento da torre, também destacou a possibilidade da torre se tornar uma estação de ''[[backup]]'' da ''Tokyo Sky Tree'', dependendo do que as emissoras de TV desejam ou necessitam.<ref name="new JT"/> A ponta da antena foi danificada em 11 de março de 2011, como resultado do [[sismo e tsunami de Tohoku de 2011]].<ref>{{citar web|título=Tokyo Tower antenna bent, tourists evacuate via stairs | língua=japonês | url=http://www.jiji.com/jc/c?g=soc_30&k=2011031100836 | obra=Jiji Press}}</ref>
 
Em cima do edifício do FootTown encontra-se um pequeno parque de diversões que contém alguns brinquedos pequenos e sedia performances ao vivo para as crianças.<ref>{{citar web|url=http://www.tokyotower.co.jp/english/03_foottown/shop/shop_40.html |título=Amusement Park |acessodata=1 de abril de 2008 |publicado=Nippon Television City Corporation|língua=inglês|lang=en|arquivourl=http://www.webcitation.org/653onU3re|arquivodata=2012-01-29}}</ref> Nos fins de semana e feriados, os visitantes podem usar o terraço para acessar as escadas externas da torre. Com aproximadamente 660 degraus, a escada é uma alternativa para os elevadores da torre e leva diretamente ao Observatório Principal.<ref>{{citar web|url=http://www.tokyotower.co.jp/english/03_foottown/shop/shop_42.html |título=Direct staircase to the Main Observatory (Starting Point) |acessodata=1 de abril de 2008 |publicado=Nippon Television City Corporation|língua=inglês|arquivourl=http://www.webcitation.org/653ooCkog|arquivodata=2012-01-29}}</ref>
 
A Torre de Tóquio possui duas plataformas de observação — O Observatório Principal e o Observatório Especial. Ambos oferecem uma visão de 360 graus de Tóquio e, em dias ensolarados, o [[Monte Fuji]] pode ser visto ao sul.<ref name="official data"/> O Observatório Principal, de dois andares, localizado a 145 metros, fornece aos visitantes uma visão de Tóquio e guarda algumas atrações. O primeiro andar sedia um pequeno café e um pequeno palco que é usado para apresentações de música ao vivo.<ref>{{citar web|url=http://www.tokyotower.co.jp/english/04_club333/index.html |título=Club333 |acessodata=1 de abril de 2008 |publicado=Nippon Television City Corporation|língua=inglês|arquivourl=http://www.webcitation.org/653oopP7i|arquivodata=2012-01-29}}</ref> Também localizadas neste andar estão as "duas janelas de visão para baixo" que permitem aos visitantes permanecer acima de uma pequena janela e olhar para o chão a 145 metros de altura. O segundo andar (a 150 metros) possui uma pequena loja de lembranças e um [[santuário xintoísta|santuário]] [[xintoísmo|xintoísta]], sendo este último o mais alto santuário dos [[bairros de Tóquio]]. Os elevadores que levam ao Observatório Especial também se localizam neste andar. Partindo desses elevadores, os visitantes podem alcançar o Observatório Especial. Um observatório pequeno, circular e completamente fechado localiza-se a 250 metros de altura.<ref name="observatory">{{citar web|url=http://www.tokyotower.co.jp/english/02_view/index.html |título=View from the Observatory |acessodata=1 de abril de 2008 |publicado=Nippon Television City Corporation|língua=inglês}}</ref>
 
== Iluminação e aparência ==
A Torre de Tóquio requer um total de 28 mil litros de tinta para pintar completamente a estrutura de branco e [[laranja internacional]], em conformidade com as normas de [[segurança aérea]].<ref name="official data"/> A cada cinco anos, a torre passa por uma reforma de um ano na qual ela é completamente repintada.<ref name="JT"/> Antes do aniversário de 30 anos em 1987, a única iluminação da torre eram lâmpadas localizadas nos contornos dos cantos que se estendem da base até a antena. Na primavera de 1987, a ''Nippon Television City'' convidou o [[design de iluminação|designer de iluminação]] [[Motoko Ishii]] para visitar a torre. Desde sua abertura, 30 anos antes, as vendas anuais de ingressos da torre tinham diminuído drasticamente, e em uma aposta para revitalizar a torre e estabelecê-la de novo como uma importante atração turística de Tóquio, Ishii foi contratado para redesenhar a iluminação da Torre de Tóquio.<ref name="ishii"/>
 
Revelada em 1989, a nova iluminação exigia a remoção das antigas lâmpadas e a instalação de 176 refletores em torno da armação da torre.<ref name="ishii">{{citar web|url=http://www.yomiuri.co.jp/e-japan/tokyo23/feature/tokyo231199378046481_02/news/20080108-OYT8T00441.htm |título=⑤起死回生のライトアップ |data=6 de janeiro de 2008 |acessodata=19 de setembro de 2008 |obra=[[Yomiuri Shimbun]] |língua=japonês|arquivourl=http://www.webcitation.org/653opQEay|arquivodata=2012-01-29}}</ref> De manhã até a noite, os refletores iluminam a torre inteira.<ref name="official data">{{citar web|url=http://www.tokyotower.co.jp/english/index.html |título=Tokyo Tower Data |acessodata=29/03/2008 |publicado=Nippon Television City Corporation|língua=inglês}}</ref> [[Lâmpada de vapor de sódio|Lâmpadas de vapor de sódio]] são usadas desde 2 de outubro até 6 de julho para cobrir a torre de uma cor laranja. De 7 de julho a 1 de outubro, as luzes foram trocadas para por lâmpadas de iodetos metálicos para iluminar a torre com uma cor branca. A razão por trás da mudança se deve a motivos sazonais. Ishii alegava que o laranja é uma cor mais quente e ajuda a compensar os meses frios do inverno. Por outro lado, o branco é uma cor frita que ajuda durante os meses quentes do verão.<ref name="japan lights">{{citar web|url=http://www.tokyotower.co.jp/333/07_secret/index_05.html |título=特別ライトアップ |acessodata=29/03/2008 |publicado=日本電波塔 |língua=japonês|arquivourl=http://www.webcitation.org/653oqSt5e|arquivodata=2012-01-29}}</ref>
 
Ocasionalmente, a iluminação da Torre de Tóquio é trocada para arranjos específicos e únicos de eventos especiais. A torre é especialmente acesa em alguns eventos anuais. Desde 2000, a torre inteira tem sido iluminada com uma luz rosa em 1º de outubro para marcar o começo do [[mês nacional de consciência do câncer de mama]]. A torre também tem tido uma grande variedade de arranjos especiais de luzes para o [[natal]] desde 1994. Eventos especiais japoneses também mudaram a iluminação da torre para alguns modos não-tradicionais. Em 2002, seções alternadas da torre foram acesas em azul para celebrar a abertura da [[Copa do Mundo FIFA 2002]] no Japão. Seções alternadas da torre foram acesas de verde no [[Dia de São Patrício]] em 2007 para comemorar o 50º aniversário das relações nipo-irlandesas. Em algumas ocasiões, a Torre de Tóquio até mesmo tem sido especialmente acesa para eventos corporativos. Por exemplo, a metade de cima da torre foi acesa de verde para a promoção da estreia japonesa de ''[[The Matrix Reloaded]]'' e diferentes seções da torre foram acesas de vermelho branco e preto para comemorar o primeiro dia de vendas da ''[[Coca-Cola C2]]''.<ref name="japan lights"/> A torre foi também acesa para o novo milênio em 2000, com Motoko Ishii novamente repetindo seu papel como designer.<ref>{{citar web|url=http://www.motoko-ishii.co.jp/MAIN-E.html |título=Works |publicado=[[Motoko Ishii]] |acessodata=19 de setembro de 2008}}</ref> Em dezembro de 2008, a Nippon Television City gastou 6,5 milhões de dólares para criar um novo esquema de iluminação noturna, intitulada de "Véu de diamante", para celebrar o 50º aniversário da torre. O arranjo utilizou 276 luzes em sete cores igualmente distribuídas pelas quatro faces da torre.<ref name="herald"/>
153 588

edições