Diferenças entre edições de "Fabio Morábito"

789 bytes adicionados ,  18h25min de 25 de junho de 2017
m
(Criado ao traduzir a página "Fabio Morábito")
 
{{Use mdy dates|date=October 2015}}
'''Fabio Morábito''' (nascido em 21 de fevereiro de 1955, em [[Alexandria]], [[Egito]]) é  poeta e escritor mexicano.<ref>Julián Herbert ''Anuario de Poesía Mexicana'' 2007</ref><ref>{{citar web|url=http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8145/tde-03102014-171112/pt-br.php|titulo=Fabio Morabito: poéticas do vaivém: estrangeiro, língua e memória (dissertação)|data=25/04/2014|acessodata=25/06/2017|publicado=Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP|ultimo=Fernández|primeiro=Fabiola A.}}</ref>
 
'''Vida e Obra'''
 
Nascido no [[Egito]] de pais italianos, passou a infância em [[Milão]]. A partir dos 14 anos de idade passou a residir na [[Cidade do México]] , onde ele tem escrito, em espanhol, quatro livros de poesia, ''Lotes baldíos'' (que ganhou em 1995 o prêmiorprêmio Carlos Pellicer), ''De segundas-feiras todo el año'' (que ganhou o [[Prêmio Nacional de Poesia Aguascalientes]], em 1991), ''Alguien de lava'' (2011); dois livros de [[prosa]], ''Caja de herramientas'' (1989) e "El idioma materno" (2014), três coletâneas de contos, ''La lenta fúria'' (1989), ''La vida ordenada'' (2000) e ''Grieta de fatiga'' (que ganhou o prêmio Antonin Artaud em 2006), e dois livros de ensaios, ''El viaje y la enfermedad'' (1984) e ''Los pastores pecado carneiros'' (1996).
 
Também escreveu um livro para crianças, ''Cuando las panteras não eran negras'', publicado no Brasil pela Editora 34. Copilou um livro com 125 contos da tradição oral mexicana, "Cuentos populares mexicanos" (2014).
 
 
Também escreveu um livro para crianças, ''Cuando las panteras não eran negras'', publicado no Brasil pela Editora 34<ref>{{Citar livro|url=https://books.google.com.br/books?id=R0r_NzyPge4C&pg=PA4&lpg=PA4&dq=fabio+morabito+quando+as+panteras+34&source=bl&ots=YFIxx_c2Rh&sig=4TJgX001VICxRE1Jnr0KZKrd3d0&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwizg_rqzdnUAhVGj5AKHWLMCNwQ6AEIMTAC#v=onepage&q=fabio%20morabito%20quando%20as%20panteras%2034&f=false|título=Quando as panteras não eram negras|ultimo=MORABITO|primeiro=FABIO|editora=Editora 34|lingua=pt|isbn=9788573264067}}</ref>. Copilou um livro com 125 contos da tradição oral mexicana, "Cuentos populares mexicanos" (2014).
 
É tradutor do italiano, sua língua materna, vertendo para o espanhol inúmeras histórias, poesia, ensaios e livros infantis. Em 2005 Galaxia Gutenberg publicou sua tradução da poesia completa de [[Eugenio Montale]].
88

edições