Abrir menu principal

Alterações

302 bytes adicionados, 21h13min de 26 de junho de 2017
por que sei da historia
 
Em seus cinco anos de carreira na [[NFL|National Football League]] ele já ajudou sua equipe a conquistar dois títulos do [[Super Bowl]] (nas temporadas de 2005 e 2008) e foi o calouro do ano em 2004. Roethlisberger jogou na [[Universidade de Miami (Ohio)]] e por lá conseguiu grandes feitos, como um passe de sessenta [[jarda]]s que foi direto para a ''end zone''. Escolhido pelos Steelers em um recrutamento repleto de quarterbacks, era considerado o com maior mobilidade<ref>[http://vault.sportsillustrated.cnn.com/vault/article/magazine/MAG1150394/index.htm "Road to redemption"], Lee Jenkins, ''Sports Illustrated'', 12/1/2009, pág. 32</ref>, mas, defendendo uma escola sem muita tradição e depois de um fraco treinamento de apresentação no início de 2004<ref>[http://sportsillustrated.cnn.com/multimedia/photo_gallery/0702/gallery.nfl.draftcombine/content.4.html "Famous Combine, Draft Stories"], ''SI.com'', 7/2/2009, acessado em 20/2/2009</ref>, ele foi o terceiro da posição naquele recrutamento, atrás de [[Philip Rivers]] e [[Eli Manning]].
 
Se destaca por sua força, poucos quarterbacks escapam de sacks como ele,com muita resistência e mobilidade. Big Ben como é chamado pelos fãs, por seu porte físico e altura (referência ao relógio de Londres) é um símbolo da cidade de Pittsburgh, que o veneram como um verdadeiro metalúrgico.
 
Hoje em dia é considerado um dos melhores ''quarterbacks'' da liga. Entretanto, sua primeira atuação em um Super Bowl, em 2006, foi desastrosa, apesar de o time ter vencido o jogo — com aproveitamento de apenas 42,8% dos passes e 123 jardas, ele teve o pior índice de passe (22,6) de qualquer ''quarterback'' que venceu o Super Bowl<ref>[http://www.chron.com/disp/story.mpl/front/6230127.html "Roethlisberger simply wins"], John McClain, ''Houston Chronicle'', 25/1/2009, acessado em 12/2/2009</ref>. "Senti-me muito mal por algumas semanas depois daquele dia", confessaria, três anos depois. "Eu ficava pensando que tinha deixado o time na mão. Quase perdi o jogo."<ref>[http://vault.sportsillustrated.cnn.com/vault/article/magazine/MAG1150925/index.htm "Steel pulse"], Peter King, ''Sports Illustrated'', 26/1/2009, pág. 35</ref>
Utilizador anónimo