Abrir menu principal

Alterações

44 bytes adicionados ,  00h30min de 27 de junho de 2017
m
ajustando datas, traduzindo nome/parâmetro nas citações usando script
|comandante1 = [[Ved Prakash Malik]]
|for1 = {{formatnum:30000}}
|baixas1 = 1 600 mortos, feridos ou capturados<ref>{{citecitar newsjornal|titletítulo=Musharraf claims Kargil was a big success militarily for Pakistan|url=http://www.greaterkashmir.com/news/2013/Feb/1/musharraf-claims-kargil-was-a-big-success-militarily-for-pak-46.asp|datedata=1 de fevereiro de 2013 |accessdateacessodata=6 de abril de 2013|newspaperjornal=Greater Kashmir}}</ref>
|combatente2 = {{PAK}}
|comandante2 = [[Pervez Musharraf]]
|for2 = {{formatnum:5000}}
|baixas2 = 700 mortos<ref>{{cite bookcitar livro|lastúltimo =Ashok Kalyan Verma |firstprimeiro =Major General |authorlinkautorlink = |titletítulo=Kargil: Blood on the Snow |pagepágina=126}}</ref><ref>{{citecitar web |url=http://www.laits.utexas.edu/solvyns-project/kargil.html |titletítulo=The Kargil (Kashmir) War, May–July 1999 |publisherpublicado=University of Texas, Austin |accessdateacessodata=2 de fevereiro de 2013}}</ref><ref>{{cite newscitar jornal|url=http://articles.timesofindia.indiatimes.com/2012-11-28/india/35410583_1_saurabh-kalia-n-k-kalia-pakistani-troops |titletítulo=Tortured Kargil martyr's parents want justice for war crime |last1último1 = |first1primeiro1 = |last2último2 = |first2primeiro2 = |datedata=28 Novemberde novembro de 2012 |workobra= |newspaperjornal=[[Times of India]] |accessdateacessodata=2 de fevereiro de 2013}}</ref><ref>{{Cite bookcitar livro|autor author=Rodrigo Tavares | titletítulo=Understanding regional peace and security | publisherpublicado=[[Göteborg University]] (original from Northwestern University | yearano=2006 | isbn=9187380676}}</ref>
}}
A '''Guerra de Kargil''' ({{langx|hi|करगिल युद्ध||''kargil yuddh''}}; {{langx|ur|کارگل جنگ||''kargil jang''}}), também conhecida como o '''Conflito de Kargil''', foi um [[Guerra|conflito armado]] entre a [[Índia]] e o [[Paquistão]], que ocorreu entre maio e julho de [[1999]] no [[Distritos da Índia|distrito]] de [[Kargil (distrito)|Kargil]] na [[Caxemira]], e em outros lugares ao longo da [[linha de controle]]. O conflito também é conhecido como '''Operação Vijay''' (''vitória'' em [[Língua hindi|hindi]]), que era o nome da operação indiana para retomar o setor de Kargil.
 
A causa da guerra foi a infiltração de soldados paquistaneses e militantes da Caxemira em posições no lado indiano da linha de controle,<ref name = "Globalsecurity">{{Citar web| url=http://www.globalsecurity.org/military/world/war/kargil-99.htm|título=1999 Kargil Conflict|obra= GlobalSecurity.org |publicado= | acessodata=2009-05-20}}</ref> que serve como a fronteira [[de facto]] entre os dois países. Durante as fases iniciais da guerra, o Paquistão responsabilizou os combates totalmente nos insurgentes independentes da Caxemira, porém documentos deixados para trás por vítimas e declarações posteriores do [[primeiro-ministro]] do Paquistão e o Chefe do Estado-Maior do Exército, revelaram o envolvimento de forças [[paramilitares]] do Paquistão,<ref>{{cite bookcitar livro|autor author=Tom Clancy, Gen. Tony Zinni (Retd) and Tony Koltz | titletítulo=Battle Ready | publisherpublicado=Grosset & Dunlap | yearano=2004 | isbn=0-399-15176-1}}</ref><ref>{{citecitar newsjornal|url=http://www.indianexpress.com/news/as-spell-binding-as-the-guns-of-navarone/475330/|titletítulo=Pak commander blows the lid on Islamabad's Kargil plot|datedata=12 de junho de 2009|accessdateacessodata=2009-06-13}}</ref><ref>{{citecitar newsjornal|url=http://www.hindu.com/2007/09/10/stories/2007091059781400.htm|titletítulo=Sharif admits he let down Vajpayee on Kargil conflict|datedata= 2007-09-10|accessdateacessodata= 2007-10-06|locationlocal=Chennai, India|workobra=The Hindu}}</ref> lideradas pelo [[general]] [[Ashraf Rashid]].<ref>Nawaz, Shuja, ''Crossed Swords: Pakistan, Its Army, and the Wars Within'', p. 420 (2007)</ref>
O [[Exército da Índia]], mais tarde, apoiado pela [[Força Aérea da Índia|Força Aérea]], recapturou a maioria das posições no lado indiano da linha de controle, infiltradas pelas tropas paquistanesas e militantes. Com a oposição diplomática internacional, as forças paquistanesas se retiraram das posições indianas restantes ao longo da linha de controle.
 
210 076

edições