Abrir menu principal

Alterações

74 bytes adicionados ,  00h37min de 30 de junho de 2017
m
ajustando datas, traduzindo nome/parâmetro, ajustes gerais nas citações, outros ajustes usando script
==Lista de empresas mais importantes relacionadas à bolha==
<!-- NOTE: **Please** limit additions to this list to companies founded during the bubble with venture capital, spun off by larger companies as Dot-coms, or 'made or broken' by the bubble, like WorldCom. MSN and Wikipedia are examples of organizations that are *NOT* Dot-coms. If you add a company that has no article, *please* add a meaningful description to it in the list below. -->
* [[Boo.com]], gastou US$ 188 milhões em apenas seis meses<ref>{{citecitar newsjornal| url=http://query.nytimes.com/gst/fullpage.html?res=9F05E4DB103CF931A35755C0A9669C8B63 | workobra=The New York Times | titletítulo=INTERNATIONAL BUSINESS; Fashionmall.com Swoops In for the Boo.com Fire Sale | datedata=June 2, de junho de 2000 | accessdateacessodata=May 1, de maio de 2010}}</ref> na tentativa de criar uma loja de artigos de moda online e global. Foi à falência em maio de 2000.<ref>{{citecitar web|url=http://www.cnet.com/4520-11136_1-6278387-1.html |titletítulo=Top 10 dot-com flops – |publisherpublicado=Cnet.com |datedata= |accessdateacessodata=2012-11-26}}</ref>
* [[Startups.com]] foi a "startup das ponto-com". Faliu em 2002.
* [[e.Digital Corporation]] (EDIG): empresa [[OTCBB]] (tipo de ação não listada na [[NASDAQ]] ou outra bolsa de valores americana) fundada em 1988, anteriormente chamada Norris Communications. Em janeiro de 1999, suas ações estavam cotadas a US$ 0,06. No mesmo mês, após mudar o nome para e.Digital, as ações subiram rapidamente, fechando a US$ 2,91 em 31 de dezembro de 1999 e com uma máxima de US$ 24,50 em 24 de janeiro de 2000. O valor rapidamente voltou ao patamar anterior, e no restante da década oscilou entre US$ 0,07 e US$ 0,165.<ref>{{citecitar web|url=http://finance.yahoo.com/q/hp?s=EDIG.OB&a=00&b=1&c=2000&d=01&e=15&f=2000&g=d |titletítulo=Historical prices of EDIG stock |publisherpublicado=Finance.yahoo.com |datedata= |accessdateacessodata=2012-11-26}}</ref> Em 2013, as ações continuam em valores baixos, entre US$ 0,12 e US$ 0,19.<ref>{{citecitar web|url=http://finance.yahoo.com/q/hp?s=EDIG |titletítulo=Historical prices of EDIG stock |publisherpublicado=Finance.yahoo.com |datedata= |accessdateacessodata=2013-04-21}}</ref>
*[[Freeinternet|Freeinternet.com]] - decretou falência em outubro de 2000, pouco depois de cancelar sua [[IPO|oferta pública inicial]]. Na época, Freeinternet.com era o quinto maior [[ISP|provedor de internet]] dos [[Estados Unidos]], com 3,2 milhões de usuários.<ref>{{citecitar web|url=http://www.addlebrain.com/articles/freei.html |titletítulo=Another One Bites the Dust – FreeInternet.com Files for Bankruptcy – |publisherpublicado=Addlebrain.com |datedata=2000-10-09 |accessdateacessodata=2012-11-26}}</ref> Em 1999, a empresa teve receita de apenas US$ 1 milhão, resultando em prejuízo de US$ 19 milhões.<ref>{{citecitar web|url=http://www.internetnews.com/xSP/article.php/435691 |titletítulo=InternetNews Realtime IT News – Freeinternet.com Scores User Surge |publisherpublicado=Internetnews.com |datedata=2000-08-11 |accessdateacessodata=2012-11-26}}</ref><ref>[http://www.isp-planet.com/news/freei_bankrupt.html ISP-Planet – News – Freei Files for Bankruptcy]{{deadligação linkinativa|datedata=Novembernovembro de 2012}}</ref>
* [[GeoCities]], comprada pela [[Yahoo!]] por US$ 3,57 bilhões em janeiro de 1999.<ref>{{cite newscitar jornal|datedata=January 28, de janeiro de 1999 |titletítulo=Yahoo! buys GeoCities |url=http://money.cnn.com/1999/01/28/technology/yahoo_a/ |publisherpublicado=[[CNN]] |accessdateacessodata=March 9, de março de 2013}}</ref> Yahoo! fechou o GeoCities no dia 26 de outubro de 2009.<ref>{{cite newscitar jornal|first1primeiro1 =Matthew |last1último1 =Shaer |datedata=October 26, de outubro de 2009 |titletítulo=GeoCities, a relic of an different web era, shuttered by Yahoo |url=http://www.csmonitor.com/Innovation/Horizons/2009/1026/geocities-a-relic-of-an-different-web-era-shuttered-by-yahoo |workobra=[[The Christian Science Monitor]] |accessdateacessodata=March 9, de março de 2013}}</ref>
*[[theGlobe.com]] - rede social lançada em 1995, tornou-se notícia ao ter o captital aberto em novembro de 1998 e quebrando o recorde de maior aporte no primeiro dia de uma [[IPO]]. O CEO tornou-se um símbolo do excesso dos milionários da bolha da internet.
* [[GovWorks.com]] – ponto com fracassada exibida no [[documentário]] ''[[Startup.com]]''.
*[[pets.com]] - [[pet shop]] de varejo. Entrou em falência em 2000.
* [[open.com]] - produtora, revendedora e distribuidora de soluções de segurança de software. Entrou em falência em 2001.
* [[InfoSpace]] – Em março de 2000, atingiu a cotação de US$ 1.305,00 por ação,<ref name = "seattletimes-timeline">{{citecitar newsjornal| url=http://seattletimes.nwsource.com/art/news/business/infospace/infospaceTimelineDay1_2_intro.swf|titletítulo=The two faces of InfoSpace 1998-2001 | workobra=The Seattle Times}}</ref> mas em abril de 2001 seu preço já tinha desabado para US$ 22 por ação.<ref name = "seattletimes-timeline"/>
* [[lastminute.com]], cujo IPO no [[Reino Unido]] coincidiu com o estouro da bolha.
* [[The Learning Company]], comprada pela [[Mattel]] em 1999 por US$ 3,5 bilhões, vendida por U$ 27,3 milhões em 2000.<ref>{{citecitar web|url=http://securities.stanford.edu/news-archive/2002/20021206_Settlement05_Goldman.htm|titletítulo=Mattel Settles Shareholders Lawsuit For $122 Million|authorautor =Abigail Goldman|publisherpublicado=[[Los Angeles Times]]|datedata=2002-12-06}}</ref>
* [[Think Tools AG]], um dos sintomas mais extremos da bolha na Europa: o mercado estimava o valor da empresa em 2,5 bilhões de francos suíços em março de 2000, mesmo sem a mesma ter qualquer produto relevante à venda.<ref>Don't Think Twice: Think Tools is Overvalued, The Wall Street Journal Europe, October 30, 2000</ref>
* [[Webvan]], especializada em venda de alimentos que operava num sistema de "crédito e entrega". A empresa faliu em 2001, e foi posteriormente reinaugurada pela Amazon.
* [[MCI Inc.|WorldCom]], provedora de serviços de internet e chamada telefônica de longa distância famosa por usar práticas fraudulentas para inflar o preço de suas ações. Entrou com pedido de falência em 2002. O ex-CEO, [[Bernard Ebbers]], foi condenado por fraude e conspiração.
*[[Xcelera.com]] , empresa [[Suíça|suíça]] de investimentos em [[start-up]]s de tecnologia.<ref>[http://www.xcelera.com/investor4.html#q2 Xcelera's FAQ's]</ref> "Maior alta nas ações no período de 1 ano em toda a história de Wall Street." <ref>[http://www.georgenichols.com/publishedwritings/xla/index.htm Xcelera.com], GeorgeNichols.com</ref>
* [[Broadcast.com]] comprada pela Yahoo! por US$ 5,9 bilhões, o que tornou [[Mark Cuban]] um multi-bilionário. O site foi desativado e seu endereço atualmente é redirecionado para a página inicial do Yahoo! [http://broadcast.com]
* [[MicroStrategy]], cujas ações perderam mais de metade do valor no dia 20 de março de 2000, após o anúncio de retificações feitas nos dados financeiros dos dois anos anteriores. Um editorial da [[BusinessWeek]] disse, "A desgraça da empresa é um sinal claro para todos os investidores das ponto com: finalmente, chegou a hora de prestar atenção nos números."<ref>{{citecitar web|url=http://www.businessweek.com/2000/00_14/b3675112.htm|titletítulo=Commentary: Earth to Dot-Com Accountants}}</ref>
* [[inktomi]], avaliada em US$ 25 bilhões em março de 2000.
* [[Tiscali]], importante empresa de [[telecomunicações]] da [[Itália]] cujas ações subiram de 46€ (IPO em novembro de 1999) para 1197€ em apenas quatro meses. Menos de dois meses depois, a cotação caiu para 40€ e continuou a cair, atingindo valores inferiores a 0,2 euros.<ref>{{citar web|url=http://www.performancetrading.it/Documents/McAnalisi/McA_Caso_Tiscali.htm|titulo=Il caso Tiscali|lingua2língua=it}}</ref>
 
{{Referências|col=2}}
 
== {{Ligações externas}} ==
* Top 10 dot-com flops – CNet's list of ten most notable failed dot-com companies
* James K. Galbraith and Travis Hale (2004). [http://tecnologia.terra.com.br/internet10anos/interna/0,,OI542324-EI5026,00.html Income Distribution and the Information Technology Bubble]. University of Texas Inequality Project Working Paper
210 076

edições