Abrir menu principal

Alterações

sem resumo de edição
|imagem = [[Imagem:Batalhão de Operações Policiais Especiais COMPLETO.svg|150px]]
|legenda_imagem = Brasão
|país = {{BRA}}Na
|estado = {{BR-RJ}}
|corporação = [[Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro]]
O efetivo, de cerca de 400 agentes, foi planejado para dobrar, conseguindo assim atuar tanto nos eventos quanto no resto da cidade e tendo uma atuação mais ampla em ambos os casos. O orçamento planejado para investimentos com o BOPE para os jogos foi de R$ 200 milhões.<ref>{{citar web|url=http://rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=1304778|titulo=Comando de Operações Especiais receberá R$ 300 milhões|data=31-10-2012|acessodata=29-05-2016|obra=Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro|publicado=Subsecretaria de Comunicação Social|ultimo=Colbert|primeiro=Marcelle}}</ref> Foram designados quatro novos Caveirões em complementação aos anteriores, adquiridos em [[2014]], da linha sul-africana [[Maverick (veículo)|Maverick]], e adquiridas fardas com camuflado [[MARPAT]] Woodland digital, originais do [[Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos]] (USMC) pra operações diurnas e em selva. Também obtidos foram as escutas, capazes de ouvir através de uma parede de até 80 cm; um robô com câmera, para realização de varreduras em locais de difícil acesso; o videoscope, um tubo flexível com microcâmera na ponta que transmite suas imagens a um monitor na farda do policial, e uma série de Taser X2 com câmera acoplada para imobilização de sequestradores.<ref>{{citar web|url=http://extra.globo.com/casos-de-policia/bope-recebe-novas-armas-equipamentos-para-copa-as-olimpiadas-6898486.html|titulo=Bope recebe novas armas e equipamentos para a Copa e as Olimpíadas|data=02 de dezembro de 2012|acessodata=21 de maio de 2016|obra=Extra|publicado=|ultimo=Serra|primeiro=Paola}}</ref><ref>{{citar web|url=http://rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=1376455|titulo=Tropa do Bope contará com novos equipamentos tecnológicos no próximo ano|data=18-12-2012|acessodata=29-05-2016|obra=Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro|publicado=Subsecretaria de Comunicação Social|ultimo=Colbert|primeiro=Marcelle}}</ref>
 
Em 2011, o BOPE, o BAC e o BPChoque finalizaram um treinamento de dois anos com a [[Polícia Nacional (França)|Polícia Nacional Francesa]] para aprender a desmobilizar manifestantes agressivos e agilizar o atendimento médico de emergência às vítimas e policiais nos tumultos.<ref>{{citar web|url=http://rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=710183|titulo=Polícia Militar se prepara para os grandes eventos do Rio de Janeiro|data=09-12-2011|acessodata=29-05-2016|obra=Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro|publicado=Subsecretaria de Comunicação Social|ultimo=Colbert|primeiro=Marcelle}}</ref> Ainda em 2012 foi realizada a primeira simulação com vítimas: o BOPE e outros esquadrões do COE simularam, em agosto, um caso em que três sequestradores tinham 70 reféns em mãos.<ref>{{citar web|url=http://rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=1042587|titulo=PM realiza simulação preventiva para a Copa do Mundo e Jogos Olímpicos|data=11-08-2012|acessodata=29-05-2016|obra=Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro|publicado=Subsecretaria de Comunicação Social|ultimo=Porto|primeiro=Daniel Azevedo}}</ref> Em abril de 2013, realizaram ambientação operacional no [[Corcovado]].<ref>{{citar web|url=http://rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=1520556|titulo=Agentes do Comando de Operações Especiais da PM treinam no Corcovado|data=06-04-2013|acessodata=29-05-2016|obra=Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro|publicado=Subsecretaria de Comunicação Social|ultimo=Kopschitz|primeiro=Isabel}}</ref> Nos dias 13 e 15 de janeiro de 2015, simularam um resgate de reféns no metrô.<ref>{{citar web|url=http://rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=2308651|titulo=Bope simula resgate no metrô para as Olimpíadas|data=15-01-2015|acessodata=29-05-2016|obra=Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro|publicado=Subsecretaria de Comunicação Social|ultimo=Constancio|primeiro=Thaise}}</ref> Um mês depois, em 11 de fevereiro, foi simulado um sequestro em ônibus BRT, no Golfe Olimpíco.<ref>{{citar web|url=http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2015/02/pm-simula-sequestro-onibus-brt-como-treino-para-olimpiadas-no-rio.html|titulo=PM simula sequestro a ônibus BRT como treino para Olimpíadas no Rio|data=11 de fevereiro de 2015|acessodata=21 de maio de 2016|obra=|publicado=G1 Rio|ultimo=Brito|primeiro=Guilherme}}</ref> Em julho, por uma semana, o [[Groupe d'Intervention de la Gendarmerie Nationale]] (GIGN), grupo de intervenção [[França|francês]], fez intercâmbio com o BOPE, ensinando-lhes técnicas novas sobre resgate de reféns e terrorismo.<ref>{{citar web|url=http://riodejaneiro.ambafrance-br.org/Seguranca-nos-JO-2016-intercambio-entre-o-GIGN-e-o-BOPE|titulo=Segurança nos JO 2016: intercambio entre o GIGN e o BOPE|data=24 de julho de 2015|acessodata=21 de maio de 2016|obra=Consulado-Geral da França no Rio de Janeiro|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref> Em 29 de abril de [[2016]], o BOPE participou de um treinamento com os [[Navy SealsSEALs]] norte-americanos nas Barcas, ao lado de agentes da [[Força Nacional de Segurança Pública]] formados em operações especiais e soldados do [[Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais|Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais (COMANF)]].<ref>{{citar web|url=http://www.grupoccr.com.br/barcas/Noticias/NewsDetails?title=treinamento-especial-na-ccr-barcas&id=2345|titulo=Treinamento Especial na CCR Barcas|data=29/04/2016|acessodata=12/06/2016|obra=CCR Barcas|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref><ref>{{citar web|url=http://www.assuntosmilitares.jor.br/2016/05/seals-e-bope-fazem-treinamento-especial.html|titulo=SEALs e BOPE fazem treinamento especial na CCR Barcas|data=01/05/2016|acessodata=12/06/2016|obra=Assuntos Militares|publicado=|ultimo=Pereira|primeiro=Ricardo}}</ref><ref>{{citar web|url=http://www.militarnewsbrasil.com.br/navy-seals-comanf-e-bope-fazem-treinamento-antiterrorista-em-barcas-no-rj/|titulo=NAVY SEALS, COMANF e BOPE fazem treinamento antiterrorista em barcas no RJ|data=01/05/2016|acessodata=12/06/2016|obra=Militar News Brasil|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref> Entre 09 e 13 de maio, em [[Goiânia]], agentes do BOPE participaram do Exercício Conjunto e Interagências com enfoque em simulações de atentados terroristas ao lado de times táticos de Operações Especiais das [[Forças Armadas do Brasil|Forças Armadas]], da [[Departamento de Polícia Federal|Polícia Federal]], da [[Força Nacional de Segurança Pública]] e de Polícias Militares e Civis de diversos estados brasileiros.<ref>{{citar web|url=http://www.pmerj.rj.gov.br/?p=29701|titulo=BOPE participa de treinamento anti-terrorismo para as Olimpíadas|data=13 de maio de 2016|acessodata=21 de maio de 2016|obra=PMERJ|publicado=Imprensa Oficial do Governo do Estado do Rio de Janeiro|ultimo=Assunção|primeiro=Fernanda Pereira de}}</ref> Em 10 de junho, o COE realizou com o COMANF uma simulação no MetrôRio, em que era feita a retomada do lugar, ocupado por terroristas que invadiram a cabine de comando e o terceiro vagão.<ref>{{citar web|url=http://www.rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=2850793|titulo=Comando de Operações Especiais realiza simulação|data=10/06/2016|acessodata=12/06/2012|obra=Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro|publicado=Subsecretaria de Comunicação Social|ultimo=Brusco|primeiro=Beth}}</ref><gallery mode="traditional">
Ficheiro:1 Equipam 10.jpg|Escutas
Ficheiro:1 Equipam 12.jpg|Videoscope