Diferenças entre edições de "Bernardino de Siena"

226 bytes adicionados ,  22h09min de 7 de julho de 2017
sem resumo de edição
[[Image:Bernardino - Della confessione regole 12., Adi ultimo di gennaio MCCCCLXXXXIIII - 2473056.tif|thumb|''Della confessione regole 12.'', 1494]]
'''São Bernardino de [[Siena|Sena]]''' ([[Grosseto]], [[Massa Marittima|Massa Marítima]], {{dni|lang=br|8|9|1380|si}} — [[Áquila (Itália)|Áquila]], {{morte|20|5|1444|}}, foi um missionáriopregador e místico [[Ordem dos Frades Menores|franciscano]] que se tornou célebre por sua pregação da devoção ao Nome santo em praças e igrejas da Itália no século XV.
 
== Biografia ==
O santo viajou e pregou por povoados e cidades da Itália setentrional e central, levando populações inteiras a uma renovação cristã, pela palavra e pelo exemplo. Além disso, trabalhou pela reforma da Ordem Franciscana. Dele se tem alguns escritos em [[Latim|língua latina]] e vernácula. O livro ''Siena City of the Virgin'', de Titus Burckhardt, contém alguns destes escritos e sermões.
 
O método de concentração espiritual favorecido por São Bernardino, de invocação de umdo Nome revelado, encontra similares em todas as grandes religiões do mundo.<ref> Ver ''Filosofia Perene e Cristianismo'', de Mateus Soares de Azevedo (S. Paulo, Ibrasa, 2016)</ref> No Budismo, seu grande porta-voz foi o santo japonês [[Hônen]], que fez do Nembutsu a oração mais popular do Budismo. No Islã, este mesmo método é conhecido como ''Dhikr'', ou ''Lembrança de Deus'', e alguns de seus grandes mestres foram os xeiquescheiques [[Darqawi]] e [[Alawi]].<ref> Ver a respeito o livro clássico de [[Frithjof Schuon]], ''[[Unidade transcendente das religiões]]''. São Paulo, Irget, 2012</ref>.
 
 
Utilizador anónimo