Abrir menu principal

Alterações

 
=== Escolhas inesperadas ===
Embora na maioria das vezes o representante brasileiro seja escolhido sem grandes surpresas, em algumas ocasiões, a comissão responsável pela escolha surpreendeu em sua decisão. Em 2008, acreditava-se que ''[[Tropa de Elite]]'', vencedor do [[Urso de Ouro]] no [[Festival de Berlim]], fosse o representante brasileiro, contudo, a comissão selecionou o longa ''[[O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias|O Ano Em Que Meus Pais Saíram de Férias]]''. Um dos integrantes do júri, o crítico [[Rubens Ewald Filho]], justificou a escolha: "Não estamos escolhendo o melhor filme do ano e sim aquele que vai representar o Brasil em uma seleção para um prêmio americano." [...] "Esses velhinhos [referindo-se aos votantes do Oscar] certamente não gostariam de ver Tropa de Elite."<ref>{{citar web|título=Júri explica opção por 'O Ano em Que Meus Pais Saíram...'|url=http://cultura.estadao.com.br/noticias/geral,juri-explica-opcao-por-o-ano-em-que-meus-pais-sairam,57104|publicado=[[Estadão]]|acessodata=18 de julho de 2017|autor=Pennafort, Roberta}}</ref> Apesar da polêmica, o filme escolhido chegou a ser um dos mais votados pela Academia. Em 2011, uma enquete realizada pelo MinC através de seu site oficial, indicou ''[[Nosso Lar (filme)|Nosso Lar]]'' como o favorito do público com mais de 70% dos votos, no entanto, o júri optou pelo filme ''[[Lula, o Filho do Brasil (filme)|Lula, o Filho do Brasil]]''. Após muitas críticas, o cineasta [[Roberto Farias]] defendeu a comissão, dizendo: "A comissão é muito mais especializada para indicar um filme do que o povo em geral, que se deixa levar pelo filme que acabou de ver, por gostos específicos, pela repercussão na mídia. Lula é uma figura internacional. Talvez seja o nosso maior astro."<ref>{{citar web|título=Cineastas criticam escolha de "Lula, o Filho do Brasil" para concorrer a vaga no Oscar|url=http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/803798-cineastas-criticam-escolha-de-lula-o-filho-do-brasil-para-concorrer-a-vaga-no-oscar.shtml|publicado=[[Folha de S.Paulo]]|acessodata=18 de julho de 2017|data=24 de setembro de 2010|autor=Rodrigues, Lúcia}}</ref> Em 2017, a expectativa era de que, ''[[Aquarius (filme)|Aquarius]]'', indicado a [[Palma de Ouro]] no [[Festival de Cannes]], fosse o representante do Brasil, mas ''[[Pequeno Segredo]]'' foi o escolhido para a função. OEsta argumentoescolha dechegou Marcosa Petrucelli,ser membroapontada dacomo comissão,uma foiretaliação odo seguinte:governo "Obrasileiro ao protesto feito pela equipe de ''Aquarius'' ganhaem essaCannes repercussãocontra noso Estados[[processo Unidosde porqueimpeachment de foiDilma vistoRousseff|processo de impeachment]] da então presidente [[Dilma Rousseff]].<ref>{{citar web|título=Houve retaliação a Aquarius', passoudiz noKléber festivalMendonça deFilho Cannessobre Oscar|url=http://g1.globo.com/pop-arte/cinema/noticia/2016/09/houve-retaliacao-aquarius-diz-kleber-mendonca-filho-sobre-oscar.html|publicado=G1|acessodata=18 Coincidentementede ojulho nossode filme2017|data=20 quede foisetembro escolhidode não2016|autor=Jansen, foiRoberta}}</ref> vistoNo ainda.entanto, Maso issoargumento nãode significaLuiz nadaAlberto [paraRodrigues, membro da comissão, foi o Oscar].de Temque filmea decisão baseou-se naquele que ganhou“teria Oscarmaior epotencial nãopara ganhouseduzir Cannes,o ejúri vice-versa"da Academia”.<ref>{{citar web|título=Brasil indica 'Pequeno segredo' para tentar Oscar; 'Aquarius' fica de fora|url=http://g1.globo.com/pop-arte/cinema/noticia/2016/09/brasil-indica-o-pequeno-segredo-para-tentar-oscar-aquarius-fica-de-fora.html|publicado=[[G1]]|acessodata=18 de julho de 2017|data=12 de setembro de 2016|autor=Ortega, Rodrigo}}</ref>
 
==Ver também==
6 114

edições