Diferenças entre edições de "Piratbyrån"

440 bytes adicionados ,  18h37min de 20 de julho de 2017
m (Foram revertidas as edições de 201.32.15.227 para a última revisão de 177.82.163.79, de 06h15min de 1 de junho de 2013 (UTC))
== Kopimi ==
[[File:Kopimi_rainbow.png‎|right|thumb|Um dos símbolos de um trabalho licenciado sob '''Kopimi''']]
O Piratbyrån propoem e publica a maioria dos seus trabalhos com uma licença autoral chamada Kopimi (pronunciado e as vezes soletrado "copy me")[15] Projetado para ser o oposto de copyright, o aviso Kopimi especificamente encoraja o trabalho a ser copiado - para qualquer propósito, comercial ou [[não comercial [16]]. O Kopimi é similar a licença [[CC0]] criada pela [[Creative Commons]], porém o Kopimi adiciona o imperativo positivo para que outros copiem.
A página Kopimi contem varias versões do logo Kopimi, e explica que o logo é um símbolo que mostra que o trabalho permite a cópia. Kopimi pode ser postado em páginas e blogs, em livros, em software e encartes de música, entre outros [15]
O conceito Kopimi e o logo foram criados por Ibi Kopimi Botani (Ibrahim Botani) em 2005. "Alguns de vocês podem ter notado que o pequeno símbolo no final da página, a pirâmide. É um símbolo chamado Kopimi (Copie-me) que foi elaborado por um antigo amigo nosso, o artista Ibi Botani". O site da Kopimi não contém termos ou texto legal. A The Open Source Initiative, [17[Free Software Foundation]] ou qualquer outra organização dentro do movimento open-source, não lista Kopimi como uma licença aprovada. <ref>Open Source Initiative. [http://opensource.org/licenses/alphabetical "Licenses by Name"]</ref><ref>Free Software Foundation. [https://www.gnu.org/licenses/license-list.html "Various Licenses and Comments about Them"]</ref>
=== Copie ===
Inspirado pelo Kopimi, o [[Partido Pirata brasileiro]] criou sua própria versão do conceito chamado Copie, que brinca com a palavra "Copy" da língua inglesa e o português "co-pie" ou pie junto. O logo mostra 5 passarinhos piando juntos. [18]
 
== Veja também ==
117 176

edições