Abrir menu principal

Alterações

137 bytes removidos, 17h37min de 21 de julho de 2017
sem resumo de edição
{{mais-notas|data=março de 2013}}
{{Info/BatalhaConflito militar
| cores = background:#eeddbb;color:#2222cc
| nome_batalha= Batalha das Pirâmides
| imagem = Francois-Louis-Joseph Watteau 001.jpg
| descr legenda = ''Batalha das Pirâmides'', óleo sobre tela de [[François-Louis-Joseph Watteau]], 1798-1799.
| conflito = [[Guerras Revolucionárias Francesas]]
|data= [[21 de Julho]] [[1798]]
| local = Proximidades de [[Cairo]], [[EgiptoEgito]]
| resultado = Vitória das tropas francesas
| combatente1 = {{FRA}}
| combatente2 = [[Ficheiro:Ottoman Flag.svg{{flag|22px]] [[Império Otomano]]}}<br />[[Ficheiro:Mameluke Flag.svg*{{flag|Egito|22px]] [[Mamelucos]]Ottoman}}
| comandante1 = [[Napoleão Bonaparte]]
| comandante2 = [[Murad Bey]]
| for1 = 20.000 homens
| for2 = 21.000 homens
| baixas1 = 29 mortos<br />260 feridos<ref name="juan cole" />
| baixas2 = 3.000 mortos ou feridos
| nome_cat = Pirâmides
| campanha = {{Campanha Egipto-Síria}}
}}
A '''Batalha das Pirâmides''' teve lugar a [[21 de Julho]] de [[1798]] entre o exército [[França|francês]] no [[EgiptoEgito]] comandado por [[Napoleão Bonaparte]] e as forças locais [[mameluco|mamelucas]]<ref>[Itau Cultural — "O Egito sob o Olhar de Napoleão", por Antonio Brancaglion Junior (Acesso em 07 de abril de 2013]</ref> e foi a batalha onde Napoleão usou a [[Quadrado de infantaria|formação em quadrados]].
 
Em Julho de 1798, Napoleão ia na direcção do [[Cairo]], depois de invadir e capturar [[Alexandria]]. Pelo caminho encontrou as forças dos [[mamelucos]] a 15 km das [[pirâmides]], e a apenas 6 do Cairo. Os mamelucos eram comandados por [[Murad Bey]] e [[Ibrahim Bey]] e tinham uma poderosa cavalaria. Os mamelucos, apesar de serem superiores em número, estavam equipados com uma tecnologia antiga, possuíam [[espadas]], arcos e flechas; ainda por cima, as suas forças ficaram divididas pelo [[Nilo]], com Murad entrincheirado em Embabeh e Ibrahim em campo aberto.
 
Napoleão deu conta de que a única tropa egípcia de grande valor era a cavalaria. Ele possuía pouca cavalaria a seu mando e era superado em número pelos mamelucos. Viu-se pois forçado a ir na defensiva, e formou o seu exército em quadrados com o suporte da [[artilharia]], cavalaria e equipas no centro de cada uma, dispersando assim o ataque da cavalaria mameluca com fogo de artilharia de apoio. Então atacou o acampamento egípcio de Embebeh, provocando a fuga do exército egípcio.
 
Antes da batalha, Napoleão exortou seus soldados com a célebre frase: ''"Soldados! Do alto destes monumentos, quarenta séculos de história nos contemplam!"''.<ref>{{citar livro |titulo=The Campaigns of Napoleon |volume=1 |primeiro=David G. |ultimo=Chandler |editora=Scribner Book Company |pagina=224 |isbn=9780025236608 |lingua=en}}</ref><ref name="juan cole">{{citar livro |ultimo=Cole |primeiro=Juan |titulo=Napoleon's Egypt: Invading the Middle East |editora=Palgrave Macmillan |ano=2007 |paginas=63, 65, 68 |total-páginas=555 |isbn=1403964319 |lingua=en}}</ref>
Depois da batalha, a França obteve o Cairo e o Egipto. Depois de ouvir as noticias da derrota da sua lendária cavalaria, o exército mameluco do Cairo dispersa-se pela Síria para reorganizar-se. A batalha também provocou o fim de 700 anos do poder mameluco no Egipto. Apesar de este grande começo, a vitoria do almirante [[Horatio Nelson]] 10 dias depois da [[Batalha do Nilo]] acabou com as esperanças de Bonaparte de conquistar o [[Médio Oriente]].
 
Antes da batalha, Napoleão exortou seus soldados com a célebre frase: ''"Soldados! Do alto destes monumentos, quarenta séculos de história nos contemplam!"''.
 
{{Referências}}
 
== {{Ver também}} ==
{{Commonscat|Battle of the Pyramids}}
* [[História do Egito]]
* [[Napoleão Bonaparte]]
 
{{Napoleão}}
{{Commonscat|Battle of the Pyramids}}
 
[[Categoria:Batalhas das Guerras Napoleónicas|Piramides]]