Diferenças entre edições de "Visual Basic"

1 byte adicionado ,  23h51min de 23 de julho de 2017
m
traduzindo nome/parâmetro nas citações, outros ajustes usando script
m
m (traduzindo nome/parâmetro nas citações, outros ajustes usando script)
{{mais- notas|data=Novembro de 2012}}
{{dablink|Este artigo é sobre a linguagem Visual Basic distribuída com o Microsoft Visual Studio 6.0 ou anterior. Para o Visual Basic distribuído com o Microsoft Visual Studio .NET ou posterior, veja [[Visual Basic .NET]].}}
{{Info/Software
O '''Visual Basic''' é uma [[linguagem de programação]] produzida pela empresa [[Microsoft]], e é parte integrante do pacote [[Microsoft Visual Studio]]. Sua versão mais recente faz parte do pacote [[Visual Studio .NET]], voltada para [[aplicações]] .Net. Sua versão anterior fez parte do Microsoft Visual Studio 6.0, ainda muito utilizado atualmente por aplicações legadas.
 
Um aperfeiçoamento do [[BASIC]], a linguagem é dirigida por eventos (event driven), e possui também um ambiente de desenvolvimento integrado (IDE — Integrated Development Environment) totalmente gráfico, facilitando enormemente a construção da interface das aplicações ([[Interface gráfica do utilizador|GUI — Graphical User Interface]]).<ref name="Phil">{{citecitar booklivro
| lastúltimo = Phil
| firstprimeiro = Jones
| title título= Visual Basic: A Complete Course Letts Higher Education List Series
| publisher publicado= Cengage Learning EMEA
| date data= 2001
| isbn = 0826454054| id= 9780826454058}}
</ref>
Visual Basic era muito usada em ambientes corporativos: uma pesquisa de 2005 indicou que 62% dos programadores usavam uma forma de Visual Basic, seguido de [[C++]], [[JavaScript]], [[C♯|C#]] e Java. Atualmente foi suplantada pelo [[Java (linguagem de programação)|Java]]<ref>{{citar web|url=http://computerworld.uol.com.br/negocios/2008/08/07/java-lidera-ranking-das-linguagens-de-programacao-mais-populares/|título=Java é lider em ranking de linguagens de programação|autor=Redação COMPUTERWORLD|data=11 de agosto de 2008|publicado=11 de agosto de 2008|acessodata=4 de abril de 2011}}</ref>
 
Em suas primeiras versões, o Visual Basic não permitia acesso a [[bancos de dados]], sendo portanto voltado apenas para iniciantes, mas devido ao sucesso entre as empresas — que faziam uso de componentes adicionais fabricados por terceiros para acesso a dados — a linguagem logo adotou tecnologias como [[DAO]], [[RDO]], e [[ADO]], também da Microsoft, permitindo fácil acesso a [[Banco de dados|bases de dados]]. Mais tarde foi adicionada também a possibilidade de criação de controles [[ActiveX]], e, com a chegada do Visual Studio .NET, o Visual Basic — que era pseudo-orientada a objetos — tornou-se uma linguagem totalmente orientada a objetos (OO).
 
Existem várias linguagens derivadas, entre as quais: