Abrir menu principal

Alterações

sem resumo de edição
Depois da [[Segunda Guerra Mundial]] foi internacionalmente reconhecida como estado independente com seus próprios direitos. A Ucrânia foi dos 50 estados fundadores da [[Organização das Nações Unidas]], em 1945, ao final da [[Segunda Guerra Mundial]]<ref> {{citar web |url=http://un.mfa.gov.ua/en/ukraine-un/general-information|ligação inativa= |título=Ukraine in the United Nations|acessodata=25/10/2015 |autor= |coautores= |data= |ano= |mes= |formato= |obra= |publicado=Permanent Mission of Ukraine to the United Nations|páginas= |língua=inglês |língua2= |língua3= |lang= |arquivourl= |arquivodata= |citação=Ukraine was among the first nations to put its signature under the United Nations Charter, entering thus the group of the UN founding states of 51 nations. Today the UN membership stands at 192 nations.}}</ref>
 
Apesar [[Coletivização forçada na União Soviética|da coletivização]] [[Grande Expurgo|e expurgos]] do período stalinista e a ocupação nazista do seu território, que ocasionaram mais de [[Holodomor|10 milhões de mortos, entre 1930 e 1945]]. A Ucrânia era uma das repúblicas mais ricas da União Soviética. Rica em carvão e ferro, sua produção de aço equivalia a 1/4 da produção soviética e seu setor agrícola produzia 40 milhões de grãos, no final dos anos 80.
A rápida industrialização dos anos 30 e posteriormente nos anos 50 e 60, tornaram a Ucrânia um dos pilares da economia soviética. Conhecida como um dos maiores celeiros da URSS. A rápida industrialização tornou a região leste da República, hegemonicamente de etnia russa. Criando as bases para o atual conflito.
A anexação das regiões ucranianas da Polônia (oeste do País), trouxe para a República, uma população nacionalista que contribuiria para minar a unidade da URSS.
 
* [[Descomunização na Ucrânia]]
* [[Ex-repúblicas soviéticas]]
* [[História da Ucrânia]]
 
Utilizador anónimo