Diferenças entre edições de "Tonico & Tinoco"

3 bytes adicionados ,  20h28min de 31 de julho de 2017
m
sem resumo de edição
(1 redirecionamento eliminado)
m
A vida em [[Sorocaba]] fica insuportável, nada dá certo para os Pérez e eles decidem retornar ao campo, agora para a fazenda São João Sintra, em [[São Manuel]] ([[São Paulo]]).
 
A volta, contudo, possibilitou aos irmãos Perez a primeira chance de cantar numa Rádio. O administrador da fazenda, José Augusto Barros, levou-os para cantar na [[Rádio Clube de (São Manuel)|Rádio Clube]] de [[São Manuel]] - ainda hoje lá, na rua Coronel Rodrigues Alves, no centro da cidade. Assim, até o fim de [[1940]], eles ficam trabalhando na roça durante a semana e aos domingos cantam na emissora da cidade. Só por amor à arte, sem ganhar. As dificuldades levaram os Pérez a uma derradeira [[migração humana|migração]].
 
Em janeiro de [[1941]] chegam, de mala e [[cuia]] - quatro sacos com os “trens” de cozinha e duas trouxas de roupa - a São Paulo. À falta de profissão, as meninas foram trabalhar em casa de família, Tinoco num depósito de ferro-velho, Chiquinho na [[metalúrgica]] São Nicolau e Tonico, sem outra alternativa, comprou uma enxada e foi ser diarista nas chácaras do bairro de Santo Amaro.