Diferenças entre edições de "No Calor da Noite (filme)"

16 bytes adicionados ,  17h19min de 8 de agosto de 2017
m
ajustando datas, traduzindo nome/parâmetro nas citações usando script
m
m (ajustando datas, traduzindo nome/parâmetro nas citações usando script)
|lançamento = {{EUAb}} 2 de agosto de 1967<br />{{BRAb}} 30 de outubro de 1967<br />{{PORb}} 3 de outubro de 1968
|orçamento = [[Dólar americano|US$]]2 milhões<ref name="tino">Tino Balio, ''United Artists: The Company that Changed the Film Industry'', Uni of Wisconsin Press, 1987 p 187</ref>
|receita = [[Dólar americano|US$]]24,379,978<ref>{{Citecitar web |url=http://www.the-numbers.com/movies/1967/0ITHN.php |publisherpublicado=The Numbers |titletítulo=In the Heat of the Night, Box Office Information |accessdateacessodata=March 8, de março de 2012}}</ref>
|precedido_por =
|seguido_por = ''[[They Call Me MISTER Tibbs!]]''
Em seguida, o crítico-calouro [[Roger Ebert]] deu a ''No Calor da Noite'' uma crítica positiva e colocou-o no número dez em sua lista dos dez melhores filmes naquele ano. AD Murphy da ''revista [[Variety]]'' sentiu que era uma boa, mas desigual filme.<ref>Mais tarde, Poitier fez as sequências ''[[They Call Me MISTER Tibbs!]]'' e ''[[The Organization]]'', mas ambos os filmes falharam nas bilheterias.[http://www.variety.com/review/VE1117488059 ''Variety'' review, 1967]</ref> Outra força motriz era diretor canadense Norman Jewison; através deste filme, ele queria contar uma história de um homem branco e um homem negro trabalhando juntos, apesar de acontecimentos difíceis. Ele também odiava a forma como os negros americanos foram tratados pelo estabelecimento de branco no momento. Jewison, Poitier e Steiger trabalharam juntos e se deram bem durante as filmagens, mas Jewison teve problemas com as autoridades do Sul, e Poitier se recusou a vir ao sul da [[Linha Mason-Dixon]] para a filmagem. Portanto Jewison decidiu filmar parte do filme em Dyersburg (casa de Endicott) e Union City, Tennessee, enquanto o resto foi filmado em Sparta, [[Chester (Illinois)|Chester]] (cena de perseguição Harvey Oberst) e [[Freeburg (Illinois)|Freeburg]] (lanchonete de Compton), Illinois: funcionou para todos. Provou-se uma convicção de Jewison manteve por um longo tempo: ele disse sobre fazer o filme: "É você contra o mundo. É como ir para a guerra. Todo mundo está tentando lhe dizer algo diferente e eles estão sempre colocando obstáculos em seu caminho."
 
O filme, a partir de janeiro de 2014, tem uma classificação "Fresh" de 94% sobre a revisão do site [[Rotten Tomatoes]], de 35 comentários.<ref>{{Citecitar web |url=http://www.rottentomatoes.com/m/in_the_heat_of_the_night/ |publisherpublicado=[[Rotten Tomatoes]] |titletítulo=In the Heat of the Night, Movie Reviews |accessdateacessodata=March 9, de março de 2012}}</ref>
 
== Lançamento em DVD & HD ==
210 105

edições