Abrir menu principal

Alterações

1 byte removido ,  05h56min de 10 de agosto de 2017
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 200.17.57.51 (Grafia), com Reversão e avisos
Um estudo realizado no final da era vitoriana revelou que mais de 90% das prostitutas na prisão de Millbank eram filhas de trabalhadores não qualificados ou semi-qualificados e mais de 50% tinham sido criadas por serventes e as restantes por mulheres com trabalhos precários como vendedoras ambulantes, lavadeiras e empregadas de limpeza.
 
O surgimento de [[Jack, o Estripador]] no verão de [[1888]] foi devastador para as prostitutas de Londres. A histeria apoderou-se não só de Londres, mas também do país inteiro que lia as notícias nos jornais com assombro e indignação por a polícia não ter detido nem um só homem. O homicídio de prostitutas era comum na altura. RegistravamRegistavam-se bastantes esfaqueamentos, assim como suicídios de mulheres que cortavam as suas próprias gargantas com facas (na época, este método de suicídio era bastante comum), mas o ''modus operandi'' do assassino surpreendeu até os mais insensíveis. O assassino nunca foi encontrado.
 
===Trabalho infantil===
190 345

edições