Diferenças entre edições de "Thibaw Min"

8 bytes removidos ,  02h18min de 16 de agosto de 2017
m
traduzindo nome/parâmetro nas citações, outros ajustes usando script
m (traduzindo nome/parâmetro nas citações, outros ajustes usando script)
| cidadenatal = Mandalay
| falecimento = {{nowrap|{{morte|19|12|1916|1|1|1859}}}}
| cidadefalecimento= Ratnagiri, [[Índia]]
| sepultamento = Ratnagiri, [[Índia]]
| assinatura =
}}
'''Thibaw Min''' ([[1 de janeiro]] de [[1859]] - [[19 de dezembro]] de [[1916]]) foi o último rei da [[Dinastia Konbaung]] da [[Birmânia]] (Mianmar). Seu reinado iniciou-se em [[1 de outubro]] de [[1878]] e terminou quando a Birmânia foi derrotada pelas forças do [[Império Britânico]] na [[Terceira Guerra Anglo-Birmanesa]], em [[29 de novembro]] de [[1885]], resultando na anexação total de Birmânia em [[1 de janeiro]] de [[1886]].<ref name=cb-19>{{citecitar web|url=http://www.royalark.net/Burma/konbau19.htm | titletítulo= The Konbaung Dynasty Genealogy: King Thibaw |autor author=Christopher Buyers | accessdateacessodata=2009-10-04 | publisherpublicado=royalark.net}}</ref>
 
==Biografia==
Thibaw nasceu na capital [[Mandalay]] <ref name=cb-19/> e estudou por um breve período em um monastério budista. Seu pai [[Mindon Min]] fez dele príncipe do Estado de Thibaw (agora Hsipaw, no norte de [[Mianmar]]), de onde adquiriu o seu nome. Foi coroado em 1 de outubro de 1878,<ref name=enotes>[http://www.enotes.com/topic/Thibaw_Min www.enotes.com]</ref> graças à sua madrasta Rainha Hsinbyumashin e a vários funcionários-chave. Ele era casado com duas de suas meias-irmãs,<ref name=cb-19/> tendo a mais jovem, Supayalat, exercido uma grande influência sobre si.<ref name=ma>[http://www.massviolence.org/Min-Thibaw www.massviolence.org].</ref>
 
No momento de sua coroação, a [[Baixa Birmânia]] estava há 30 anos nas mãos dos britânicos, o que representava uma humilhação para a monarquia, e ele não fazia segredo de seu desejo de recuperá-la.<ref name=enotes/> As relações com a Grã-Bretanha deterioraram-se no início da década de 1880, quando Thibaw começou a comerciar com os franceses.<ref name=egle>[http://www.e-gli.com/thibaw-min/ German Language Institute]</ref>
 
Elas pioraram mais, um pouco antes de 1885, por causa de um incidente conhecido como "A grande questão de sapatos", quando um tribunal birmanês insistiu em que os funcionários britânicos tirassem os sapatos ao entrar no palácio real.<ref name=enotes/> As autoridades britânicas recusaram cumprir com tal disposição e foram banidas de Mandalay.<ref name=egle/> Finalmente, em 1885, Thibaw apelou aos seus compatriotas para libertarem a Baixa Birmânia do jugo britânico.<ref name=enotes/>
 
==A Guerra==
Os britânicos, declarando que ele era um tirano e que não respeitava os tratados, decidiram completar a conquista do país iniciada em 1824 com a [[Primeira Guerra Anglo-Birmanesa]].<ref name=egle/> O general Prendergast recebeu a ordem para invadir a [[Alta Birmânia]] com 11000 homens, uma frota de navios de fundo chato e artilharia puxada por elefantes.<ref name=enotes/>
 
Foi um verdadeiro desfile militar, que durou pouco mais de um mês (22 de outubro a 28 de novembro).
"O exército britânico chegou na cidade real, sem encontrar muita oposição. O rei e a rainha tinham se retirado para um palácio de verão para aguardar os britânicos, com quem pretendiam fazer a paz.
 
Para o entretenimento, os servos da corte dançavam, enquanto elefantes reais carregados com tesouros estavam nas proximidades.<ref name=egle/> Os britânicos marcharam sobre o palácio real, exigindo a rendição do rei da Birmânia e do seu reino em 24 horas. Era tarde demais para escapar.<ref name=egle/>
 
O rei Thibaw e família foram exilados para Ratnagiri na [[Índia]], onde passaram o resto das suas vidas isolados num palácio em ruínas.<ref name=ma/>
210 183

edições