Garfo: diferenças entre revisões

112 bytes removidos ,  15h21min de 16 de agosto de 2017
m
Foram revertidas as edições de 179.97.162.222 para a última revisão de Luizdl, de 20h18min de 4 de agosto de 2017 (UTC)
Etiquetas: Editor Visual Expressão problemática Espaçamento excessivo
m (Foram revertidas as edições de 179.97.162.222 para a última revisão de Luizdl, de 20h18min de 4 de agosto de 2017 (UTC))
{{ver desambiguação}} '''<u>Garfo</u>''' [[Ficheiro:Gabel.jpg|thumb|Garfo de mesa.]]
[[Ficheiro:Gabel.jpg|thumb|Garfo de mesa.]]
'''Garfo''' é um [[Lista de utensílios culinários|utensílio]] [[culinária|culinário]] utilizado pela [[civilização]] ocidental moderna para a [[alimentação]]. Serve principalmente para segurar [[alimento]]s rígidos e levá-los à [[boca]], mas também se usa na [[cozinha]] para segurar os produtos a cozinhar e para pisar, por exemplo, [[batata]]s ou [[cenoura]]s cozidas, em [[puré]].
 
Normalmente construído em [[metal]] - Modernamente em [[aço]] [[inoxidável]] - o garfo é composto por uma parte mais larga dividida em [[dente]]s – geralmente quatro – e uma pega, parte superior usada para segurar o conjunto.
 
== História Do '''Garfo''' ==
Registra-se a chegada do garfo na [[Europa]], em [[Veneza]], em meados do século XI. A princesa [[Teodora (984)|Teodora]], filha de [[Constantino VIII]] Imperador do Oriente, que veio de [[Constantinopla]] para casar com o [[Doge de Veneza]] [[Domenico Selvo]] trouxe um ''garfo'' de ouro com dois dentes, como o qual comia frutas cristalizadas. Pouco depois a população dessa cosmopolita cidade da época assimilou o garfo. Esse costume se espalhou para [[Milão]] e [[Florença]] e daí para o resto da Europa. O talher já era bem conhecido na [[Itália]] do século XV.
 
Na [[Inglaterra]] não chegou antes de meados do [[século XVII]], trazido pelo viajante [[Thomas Coryat]].
 
Durante toda a época colonial brasileira os garfos, que já eram raros em toda a Europa, praticamente não eram aqui encontrados. Todos, do escravo ao mais rico senhor de engenho, comiam com as mãos. Seu uso começou a se popularizar apenas no século XIX.<ref name="”múltipla”">Lima, Cláudia. Tachos e panelas: historiografia da alimentação brasileira. Recife: Ed. da autora, 1999. 2ª Ed. 310p. ISBN 8590103218</ref>
 
SITE EDITADO POR '''(Guilherme Rodrigues Costa Novellino)'''
 
== Tipos ==
221 052

edições