Premier League: diferenças entre revisões

9 bytes adicionados ,  21h44min de 20 de agosto de 2017
A taxa de transferência recorde na Premier League foi quebrada várias vezes durante os primeiros anos da competição. Antes do início da primeira temporada da Premier League, [[Alan Shearer]] se tornou o primeiro jogador britânico a merecer uma taxa de transferência de mais de três milhões de libras.<ref name="OSMtransfers">{{citar web |url=http://observer.guardian.co.uk/osm/story/0,,1720979,00.html |titulo=From £250,000 to £29.1m |publicado=The Observer |data=5 de março de 2006 |acessodata=21 de dezembro de 2012|língua=en}}</ref> Os recordes aumentaram constantemente nos primeiros anos da liga até Alan Shearer quebrar um novo recorde, quando se transferiu por quinze milhões de libras para o Newcastle United em 1996.<ref name="OSMtransfers"/> Este valor se manteve como recorde por quatro anos, até que foi ultrapassado pelos dezoito milhões pagos pelo Leeds por [[Rio Ferdinand]] ao West Ham. Manchester United posteriormente quebrou o recorde três vezes pelas contratações de [[Ruud van Nistelrooy]], [[Juan Sebastián Verón]] e Rio Ferdinand.<ref>{{citar web |url=http://www.telegraph.co.uk/sport/main.jhtml?xml=/sport/2002/07/21/uferd.xml |titulo=Leeds sell Rio for £30 million |publicado=The Daily Telegraph |data=21 de julho de 2002 |acessodata=21 de dezembro de 2012|língua=en}}</ref> Chelsea quebrou o recorde em maio de 2006, quando assinou com [[Andriy Shevchenko]], do Milan. O número exato da taxa de transferência não foi revelado, mas foi relatado como sendo de cerca de trinta milhões.<ref>{{citar web |url=http://news.bbc.co.uk/sport1/hi/football/teams/c/chelsea/5035604.stm |titulo=Chelsea complete Shevchenko deal |obra=BBC Sport |publicado=British Broadcasting Corporation |data=31 de maio de 2006 |acessodata=21 de dezembro de 2012|língua=en}}</ref>
 
Este foi superada pelo Manchester City, pela compra de [[Robinho]], do [[Real Madrid]], em 1º de setembro de 2008 por 32,5 milhões de libras.<ref>{{citar web|url=http://news.bbc.co.uk/sport1/hi/football/teams/m/man_city/7593026.stm |titulo=Man City beat Chelsea to Robinho |data=1 de setembro de 2008 |acessodata=21 de dezembro de 2012|língua=en|obra=BBC Sport |publicado=British Broadcasting Corporation }}</ref> Esta taxa foi então ultrapassada duas vezes em janeiro de 2011, primeiro pela transferência de [[Andy Carroll]] por 35 milhões do Newcastle para o Liverpool.<ref>{{citar web |titulo=Liverpool sign Carroll from Newcastle for record £35m |url=http://news.bbc.co.uk/sport1/hi/football/eng_prem/9382215.stm |obra=BBC Sport |publicado=British Broadcasting Corporation |data=31 de janeiro de 2011 |acessodata=21 de dezembro de 2012|língua=en }}</ref> Este recorde foi então batido quando [[Fernando Torres]] saiu do Liverpool para jogar no Chelsea por cinquenta milhões.<ref>{{citar web |url=http://www.skysports.com/story/0,19528,11668_6715466,00.html |titulo=Blues wrap up Torres deal |data=31 de janeiro de 2011 |acessodata=21 de dezembro de 2012|língua=en |publicado=Sky |obra=Sky Sports}}</ref> O recorde de Torres foi batido em 2014 quando o Manchester United pagou 59,7 milhões de libras para contar com o argentino [[Ángel Di María]], do Real Madrid.<ref>{{citar web |titulo=Angel Di Maria: Man Utd agree British record fee of £59.7m |url=http://www.bbc.com/sport/0/football/28915510 |obra=BBC Sport |publicado=British Broadcasting Corporation |data=25 de agosto de 2014 |acessodata=27 de agosto de 2014|língua=en }}</ref> A segunda maior trasferência da história do futebol foi realizada quando o [[Manchester United]] contratou o meia francês [[Paul Pogba]] da [[Juventus Football Club|Juventus]] em agosto de 2016 por £89 milhões de libras.<ref>{{citar web |titulo=Paul Pogba to Manchester United: Five reasons why they needed him |url=http://www.skysports.com/football/news/11667/10498349/paul-pogba-to-manchester-united-five-reasons-why-they-need-him |obra=Sky Sports |publicado= |data=9 de agosto de 2016 |acessodata=15 de agosto de 2016|língua=en }}</ref>
 
AsDuas duasdas outras maiores transferências na história tiveram clubes da Premier League como vendedores. O Manchester United vendeu por oitenta milhões de libras [[Cristiano Ronaldo]] para o Real Madrid em 2009.<ref>{{citar web |titulo=Man Utd accept £80m Ronaldo bid |url=http://news.bbc.co.uk/sport2/hi/football/teams/m/man_utd/8094720.stm |obra=BBC Sport |publicado=British Broadcasting Corporation |data=12 de junho de 2009 |acessodata=21 de dezembro de 2012|língua=en }}</ref> Em 2013 o [[Tottenham Hotspur]] vendeu [[Gareth Bale]] também para o Real Madrid por 85 milhões de libras (100 milhões de euros).<ref>{{citar web |titulo=Gareth Bale joins Real Madrid from Spurs in £85m world record deal |url=http://www.bbc.co.uk/sport/0/football/23538218 |obra=BBC Sport |publicado=British Broadcasting Corporation |data=1 de setembro de 2013 |acessodata=2 de setembro de 2013|língua=en }}</ref>
 
===Artilheiros===
1 459

edições