Diferenças entre edições de "Fintech"

5 958 bytes removidos ,  14h29min de 21 de agosto de 2017
sem resumo de edição
(Inserida uma definição e de referência)
'''Fintech''' (do inglês: ''finance'' and ''technology'') é o termo utilizado para as inovações e o uso de novas tecnologias por empresas do setor financeiro para a entrega de [[Sistema financeiro|serviços financeiros]]<ref>{{citar web|url=https://en.oxforddictionaries.com/definition/fintech|titulo=fintech - definition of fintech in English|acessodata=21 de Agosto de 2017|publicado=Oxford Living Dictionaries|ultimo=|primeiro=|lingua=en}}</ref>. O uso de ''[[Smartphone|smartphones]]'' para o uso de [[Banco móvel|bancos móveis]] e a possibilidade de realizar [[Investimento|investimentos]] são exemplos da aplicação da tecnologia que tornam o acesso a serviços financeiros e bancários mais acessíveis à população.<ref>{{citar web|url=http://www.huffingtonpost.com/entry/what-is-fintech_us_58a20d80e4b0cd37efcfebaa|titulo=What is FinTech?|data=13 de Fevereiro de 2017|acessodata=21 de Agosto de 2017|publicado=Huffington Post|ultimo=Sanicola|primeiro=Lenny|lingua=en}}</ref> O termo engloba tanto ''startups'' quanto companhias financeiras já estabelecidas no mercado<ref>{{citar web|url=http://epocanegocios.globo.com/Dinheiro/noticia/2016/01/o-fenomeno-fintech-nova-leva-de-startups-que-invadiram-o-sistema-financeiro.html|titulo=O fenômeno Fintech: a nova leva de startups que invadiu o sistema financeiro|data=27 de Janeiro de 2016|acessodata=21 de Agosto de 2017|publicado=Época Negócios|ultimo=Fraga|primeiro=Nayara|lingua=pt}}</ref>, que procuram substituir ou melhorar seus serviços com a aplicação de tecnologias.
{{Publicidade}}
'''Fintech''' (do inglês: ''finance'' e ''technology'') engloba serviços ou empresas do setor financeiro que utilizam as tecnologias modernas para a criação de produtos inovadores<ref name="Oroy"></ref>, que resolvem um problema existente ou melhoram a experiência do usuário<ref>{{Citar web|url=http://conexaofintech.com.br/fintech/o-que-e-fintech|titulo=O que é Fintech - Confira o guia definitivo de Fintech|acessodata=2016-12-29|obra=conexaofintech.com.br}}</ref>. Tais produtos, geralmente são fáceis de usar, mais baratos e com uma menor [[burocracia]] que os tradicionais pois grande parte da tramitação ocorre na ''[[Computação em nuvem|nuvem]]'' evitando despesas.
 
== Definição ==
Não há consenso sobre a definição de "FinTech"; Uma revisão das definições publicada pelo professor Patrick Schueffel da Fribourg School of Management, na Suíça, em 2016 sintetizou as várias definições acadêmicas publicadas nos últimos quarenta anos como "um novo setor financeiro que aplica tecnologia para melhorar as atividades financeiras".<ref>{{Citar periódico|ultimo=Schueffel|primeiro=Patrick|data=2017-03-09|titulo=Taming the Beast: A Scientific Definition of Fintech|jornal=Journal of Innovation Management|volume=4|numero=4|paginas=32–54|issn=2183-0606|url=http://www.open-jim.org/article/view/322|idioma=en}}</ref>
 
== Principais áreas ==
O termo Fintech surgiu da expressão financial technology (tecnologia financeira, em tradução livre). Originalmente, se referia à informática aplicada aos bancos ou empresas comerciais. No entanto, com a revolução da internet — e especialmente da internet móvel — o conceito passou a englobar qualquer inovação na forma como as pessoas realizam transações ou serviços financeiros.
O uso da tecnologia pode automatizar a indústria de seguros, [[day trading]] e gerenciamento de riscos financeiros.<ref>{{citar web|url=https://www.bizjournals.com/charlotte/news/2017/05/05/what-is-fintech-expertsweigh-in-to-define-the.html|titulo=What is fintech? Experts weigh in to define the emerging industry|data=5 de Maio de 2017|acessodata=21 de Agosto de 2017|publicado=Charlotte Business Journal|ultimo=Burns|primeiro=Hilary|lingua=en}}</ref>
 
O investimento global em tecnologia para serviços financeiros foi de US$12 bilhões de dólares em 2014. Grandes centros financeiros, como a [[Cidade de Londres]], onde mais de 40% da força de trabalho está concentrada em serviços bancários e tecnologia.<ref>{{citar web|url=https://www.hottopics.ht/3182/what-is-fintech-and-why-it-matters/|titulo=What is fintech and why does it matter to all entrepreneurs|acessodata=21 de Agosto de 2017|publicado=Hot Topics|autor=Jens Münch|lingua=en}}</ref>
Atualmente, quem fala em fintechs<ref>{{citar web|url=http://blog.simply.com.br/fintechs-tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-eles/|titulo=Fintechs, tudo o que você precisa saber sobre eles|data=21 de março de 2016|acessodata=21 de fevereiro de 2017|publicado=blog.simply.com.br|ultimo=|primeiro=}}</ref> geralmente se refere às [http://blog.simply.com.br/revolucao-das-fintechs-ameaca-ou-oportunidade-para-os-bancos/ startups financeiras.] Essas empresas têm modelos de negócio inovadores, usam a tecnologia como base e possuem grande potencial de crescimento. Atuam em subsetores como: pagamentos móveis, transferências de dinheiro, empréstimos, captação de recursos, gestão de investimentos, criptomoedas (como Bitcoin) e educação financeira.
 
=={{Referências==}}
Uma fintech pode até mesmo ser uma instituição bancária com proposta inovadora, como os bancos 100% digitais. Porém, na maior parte dos casos, as fintechs oferecem novas soluções para serviços que já são oferecidos pelos bancos tradicionais, focando em torná-los mais práticos ou mais baratos.
 
{{Portal3|Economia}}
Hoje o Brasil já conta com mais de 220 fintechs<ref>{{Citar web|url=http://conexaofintech.com.br/fintech/o-que-e-fintech|titulo=O que é Fintech - Confira o guia definitivo de Fintech|acessodata=2016-12-29|obra=conexaofintech.com.br}}</ref> segundo o último relatório do [http://conexaofintech.com.br Conexão Fintech]. Estás soluções estão espalhas em 11 setores que vão de investimos, seguros, pagamentos até Blockchain. O investimento em fintech está crescendo, com investimento de capital de risco no setor atingindo US $ 13,6 bilhões em 2016, embora ainda seja uma quantia muito pequena, dada a US $ 11 trilhões da indústria de serviços financeiros globais.<ref>{{Citar web|url=https://www.toptal.com/finance/financial-consultants/fintech-2017|titulo=O Estado da Fintech em 2017|acessodata=2017-05-25|obra=Toptal}}</ref>
 
[[Categoria:Tecnologia bancária]]
=== Ameaça ou oportunidade para os bancos? ===
[[Categoria:FinançasMercado financeiro]]
As novas possibilidades oferecidas pela tecnologia nos serviços financeiros têm exigido que bancos passem a adotar estratégias que possam [http://blog.simply.com.br/6-praticas-para-transformar-o-modelo-das-operacoes-dos-bancos/ aperfeiçoar os serviços e produtos] oferecidos aos clientes.  “Modernizar” a estrutura dos bancos físicos não é uma estratégia de sobrevivência, pelo contrário, ela deve ser vista como uma grande oportunidade de crescimento!
[[Categoria:Serviços financeiros]]
 
Somente no Brasil, segundo relatório da [https://www.febraban.org.br/7Rof7SWg6qmyvwJcFwF7I0aSDf9jyV/sitefebraban/Pesquisa_FEBRABAN_vfd.pdf Febraban], 40% da população utiliza o smartphone. Além disso, o número de contas com móbile banking cresceu 16 vezes desde 2011, quando indicava apenas 2 milhões, em comparação com 2015, que já chega a 33 milhões. Isso indica que as pessoas querem uma maior comodidade e facilidade ao acessarem a conta bancária, consultar saldo ou simplesmente fazer uma compra.
 
Os investimentos em FinTech estão muito aquecidos globalmente. Segundo KPMG, em 2015, os aportes atingiram US$ 20 bilhões, se multiplicando em seis vezes nos últimos anos. E isso indica que Bancos precisam caminhar junto e mudar seu mindset, ou seja, o seu modo de pensar para atender as novas necessidades do consumidor digital, integrando a [http://blog.simply.com.br/automacao-bancaria-quais-os-beneficios-para-o-meu-banco/ digitalização de seus processos] a sua estrutura corporativa.
 
Para entender melhor, vejamos alguns exemplos no Brasil e no mundo.
 
=== Exemplos de Fintechs Brasileiras e estrangeiras ===
 
» Paypal: criada na Califórnia, a empresa é um sistema que permite a transferência de dinheiro entre pessoas físicas ou empresas usando apenas um endereço de e-mail, evitando o uso de boleto bancário ou cheques. A solução foi criada 1998, mas se popularizou rapidamente. É até hoje considerada a grande inovação quando o assunto é pagamentos on-line.
 
» [[Nubank]]: fundada em 2013, é uma fintech brasileira que oferece um cartão Mastercard sem cobrar tarifas ou anuidade para o consumidor final. O grande diferencial dessa startup é que o cartão pode ser totalmente controlado por um aplicativo de celular. Com ele, é possível pedir aumento do limite, bloquear transações, consultar o SAC e acompanhar cada transação em tempo real. As faturas são enviadas por e-mail e podem ser pagas normalmente em caixa eletrônico ou internet banking, bastando usar o código de barras.
 
» Mercado Bitcoin: fintech brasileira criada em 2011 como site para intermediação de compras e vendas de moedas digitais. Mercado Bitcoin é a maior empresa de moedas digitais e Blockchain da América Latina.
 
» [[TransferWise]]: essa startup europeia inovou ao permitir transferências bancárias ao exterior sem cobranças de taxas. Para os brasileiros, por exemplo, é possível enviar dinheiro para uma conta em banco estrangeiro sem pagar IOF. Isso é possível porque em vez de transferir o dinheiro diretamente para o destinatário (que pode ser você mesmo), o sistema redireciona o valor para uma conta da própria empresa no país de destino. E, posteriormente, para a sua conta.
 
» [[GuiaBolso]]: esta outra fintech brasileira é um aplicativo de controle financeiro 100% online e gratuito. Uma das grandes inovações da plataforma é que ela conecta sua conta bancária e cartões com o app, preenchendo automaticamente sua planilha de gastos mensais. Dessa forma fica fácil controlar as contas e se planejar melhor.
 
» [[Creditas]]: fundada em 2013 como o nome BankFacil<ref>[http://revistapegn.globo.com/Startups/noticia/2016/07/fintechs-viram-alternativas-para-escapar-do-juro-alto.html Fintechs viram alternativas para escapar do juro alto]</ref>, é uma startup de empréstimo com garantia<ref>[http://epocanegocios.globo.com/Empresa/noticia/2017/02/amazon-e-empresa-mais-inovadora-do-mundo.html Amazon é eleita a empresa mais inovadora do mundo]</ref>. Sobre o modelo de empréstimo com garantia onde os juros são bem menores que cheque especial e cartão de credito.
 
=== Como funcionam as Fintechs e como elas podem revolucionar o mercado financeiro? ===
Com operações enxutas e quase sempre realizadas 100% online, as fintechs desafiam o modelo tradicional do sistema bancário brasileiro com uma nova proposta para o consumidor, muito mais cômoda e tecnológica. 
 
Este novo modelo da comercialização dos produtos financeiros contrapõem a proposta dos bancos, oferecendo um atendimento totalmente digital e muitas vezes sem a intermediação humana. Isso pode ser um desafio para a maioria dos bancos, principalmente depois da criação das plataformas de pagamento eletrônico e de moedas eletrônicas, como os bitcoins.
 
==Referências==
 
<references>
 
<ref name="Oroy">Oroy. [https://www.oroyfinanzas.com/2015/03/que-significa-fintech/ ¿Qué es y qué significa FinTech?]. Acesso em 24 de maio de 2016</ref>
 
</references>5. Artigo: [http://blog.simply.com.br/revolucao-das-fintechs-ameaca-ou-oportunidade-para-os-bancos/ Revolução das Fintechs: Ameaça ou oportunidade para os Bancos?] Acesso em 25 de Outubro de 2016 http://blog.simply.com.br/revolucao-das-fintechs-ameaca-ou-oportunidade-para-os-bancos/
 
6. eBook: [http://materiais.simply.com.br/ebook-como-as-fintechs-mudaram-o-mercado-financeiro Como as Fintechs mudaram o mercado financeiro] http://materiais.simply.com.br/ebook-como-as-fintechs-mudaram-o-mercado-financeiro
[[Categoria:Finanças]]
[[Categoria:Tecnologia]]