Abrir menu principal

Alterações

38 bytes adicionados, 03h50min de 30 de agosto de 2017
m
ajustes usando script
}}
 
'''Kleiton & Kledir''' é uma dupla de [[músico]]s [[brasil]]eira. Formado pelos irmãos '''Kleiton Alves Ramil''' ([[Pelotas]], [[23 de agosto]] de [[1951]]) e '''Kledir Alves Ramil''' (Pelotas, [[21 de janeiro]] de [[1953]]), são [[cantor]]es e [[compositor]]es de [[música popular brasileira]].
 
Ambos são irmãos do também músico [[Vítor Ramil]] e primos do músico [[Pery Souza]].<ref>RAMIL, Kledir. [http://www.brazilianvoice.com/colunistas/kledir-ramil/43755-planeta-poft.html Planeta Ploft.] Brazilian Voice. 31 de janeiro de 2013. Acesso em 4 de abril de 2014.</ref>.
 
== Trajetória ==
Em [[1980]] saiu o primeiro disco da dupla. O sucesso foi imediato e os shows atraíam muitos por todo o Brasil. Lançaram cinco discos (mais um em [[Língua castelhana|espanhol]]) o que lhes rendeu disco de ouro e shows nos [[Estados Unidos]], [[Europa]] e [[América Latina]]. Gravaram em [[Los Angeles]], [[Nova Iorque]], [[Lisboa]], [[Paris]], [[Miami]] e [[Buenos Aires]]. Suas composições foram gravadas por [[Simone]], [[Nara Leão]], [[MPB4]], [[Caetano Veloso]], [[Xuxa]], [[Fafá de Belém]], [[Nenhum de Nós]], [[Zizi Possi]], [[Ivan Lins]], [[Chitãozinho e Xororó]], [[Zezé di Camargo e Luciano]], [[Leonardo (cantor)|Leonardo]], [[Belchior]], [[Emilio Santiago]], [[Cláudia Leitte]] e muitos outros. Também pelo mundo afora suas músicas ganharam versões de grandes artistas, como os [[Argentina|argentinos]] [[Mercedes Sosa]] e [[Fito Páez]], a cantora [[Portugal|portuguesa]] [[Eugénia Melo e Castro]] e a [[Japão|japonesa]] [[Chie Sawaguchi]].
 
Kleiton & Kledir trouxeram definitivamente para a cultura brasileira a nova música gaúcha. Eternizaram um [[sotaque]] diferente, uma maneira própria de falar e cantar, com termos até então desconhecidos como "deu pra ti" e "tri legal". Segundo um crítico da época, parecia "uma dupla de ingleses, cantando numa língua que lembra o português"{{Citationcarece neededde fontes|data=agosto de 2017}}. Acabaram se transformando em símbolos do gaúcho contemporâneo, do homem moderno do sul do Brasil, o que fez com que o governo do estado lhes conferisse o título de "Embaixadores Culturais do Rio Grande do Sul"{{Citationcarece de fontes|data=agosto de needed2017}}.
 
Em [[1987]], apesar de tanto sucesso, a dupla resolveu se separar. Depois de sete anos, retomaram a carreira. Lançaram os CDs ''Dois'' (Som Livre), ''Clássicos do Sul'' (Universal) e coletâneas que venderam mais de meio milhão de cópias. Estiveram em Paris apresentando uma série de shows no [[Museu do Louvre]] e viajaram duas vezes em turnê pelos EUA. No [[carnaval carioca]] de [[2002]] foram homenageados pela [[GRES Caprichosos de Pilares|Escola de Samba Caprichosos de Pilares]], que desfilou com um enredo inspirado na canção ''Deu pra ti''.
O [[CD]] e [[DVD]] Autorretrato, lançado em [[2009]] é um projeto de músicas inéditas. O DVD, em formato documentário, reúne as músicas inéditas e as histórias que permeiam suas criações, contando um pouco da vida da dupla gaúcha. ''Autorretrato'' a música título, é uma conversa entre dois amigos, onde cada um desabafa e revela seus segredos.
 
No ano de [[2011]] lançam "Par ou Ímpar", seu primeiro CD infantil.<ref>http://www.kleitonekledir.com.br/parouimpar/</ref>. Deste trabalho lançam no ano seguinte o CD/DVD "Par ou Ímpar ao vivo" em parceria com o ''Grupo Tholl'', contando ainda com a participação de [[Fabiana Karla]].<ref>http://www.ofuxico.com.br/noticias-sobre-famosos/fabiana-karla-participa-de-gravacao-do-dvd-de-kleiton-e-kledir/2012/05/26-140160.html</ref>. O CD do show musical Par ou Ímpar recebeu o Prêmio da Música Brasileira como Melhor Álbum Infantil, durante cerimônia no Theatro Municipal do Rio, em 12 de junho de 2013,<ref>http://www.premiodemusica.com.br/noticias/2305</ref>, e o Prêmio Açorianos de Melhor CD Infantil, em Porto Alegre, dia 25 de junho de 2013.<ref>http://www2.portoalegre.rs.gov.br/smc/default.php?p_secao=75</ref>.
 
Em [[2015]] lançam pela [[Biscoito Fino]] seu novo CD "Com Todas as Letras" onde contam com participação de grandes escritores do Rio Grande do Sul como parceiros nas composições inéditas. Entre os escritores estão nomes como [[Caio Fernando Abreu]], [[Luis Fernando Verissimo]], [[Martha Medeiros]], [[Fabrício Carpinejar]], [[Letícia Wierzchowski]], [[Daniel Galera]], [[Paulo Scott]], [[Cláudia Tajes]], [[Alcy Cheuiche]] e [[Lourenço Cazarré]].<ref>http://www.kleitonekledir.com.br/comtodasasletras/</ref><ref>http://zh.clicrbs.com.br/rs/entretenimento/noticia/2015/05/novo-disco-de-kleiton-kledir-traz-parcerias-da-dupla-com-escritores-gauchos-4759128.html</ref>. O disco é indicado ao [[Prêmio Açorianos]] nas categorias Álbum e Compositor de MPB.<ref>https://coordenacaodemusicasmc.wordpress.com/2015/11/04/premio-acorianos-de-musica-20142015-divulga-lista-final-de-indicacoes/</ref>.
 
== Discografia<ref>http://www.kleitonekledir.com.br/#!/kk/discografia</ref> ==
* Kleiton & Kledir Ao Vivo - (2005) - disco ao vivo, também lançado em DVD
* Autorretrato - (2009) - disco também lançado em DVD
* Par Ou Ímpar - (2011)
* Par Ou Ímpar (Ao Vivo) - (2012) - disco também lançado em DVD
* Com Todas as Letras - (2015) - CD/DVD
210 071

edições