Abrir menu principal

Alterações

16 bytes adicionados ,  18h00min de 31 de agosto de 2017
== História ==
[[Ficheiro:Vinyl albums.jpg|thumb|right|200px| Discos de vinil]]
O disco de vinil surgiu no ano de [[19481951 na música|1951]], tornando obsoletos os antigos [[disco de goma-laca|discos de goma-laca]] de 78 rotações - RPM (rotações por minuto) - que até então eram utilizados, existentes desde [[1890]]. Os discos de vinil são mais leves, maleáveis e resistentes a choques, quedas e manuseio (que deve ser feito sempre pelas bordas). Mas são melhores, principalmente, pela reprodução de um número maior de músicas - diferentemente dos discos antigos de 78 RPM - (ao invés de uma canção por face do disco), e, finalmente, pela sua excelência na qualidade sonora, além, é lógico, do atrativo de arte nas capas de fora.
 
A partir do final da [[década de 1980]] e início da [[década de 1990]], a invenção dos ''[[compact disc]]s'' (ou CD, então lançado em [[agosto]] de [[1982]] na [[Alemanha]] pela [[Polygram]]) prometeu maior capacidade, durabilidade e clareza sonora, sem chiados, fazendo os discos de vinil ficarem obsoletos e desaparecerem quase por completo no fim do [[Século XX]].<ref>[http://oglobo.globo.com/blogs/amplificador/posts/2013/02/26/a-ascensao-queda-dos-formatos-musicais-de-1980-2010-487761.asp Ascensão e queda dos formatos musicais]</ref> Em [[maio]] de [[2002]] saem nos EUA os primeiros títulos em [[DataPlay]], lançados inicialmente por [[Britney Spears]] e [[NSync]]. Nesse mesmo ano o CD já dominava 72% do mercado mundial.<ref>[http://revistaepoca.globo.com/Epoca/0,6993,EPT385311-1664,00.html O legado do CD] - Revista Época, 9 de setembro de 2002</ref>
Utilizador anónimo