Amade III: diferenças entre revisões

1 byte adicionado ,  20h43min de 31 de agosto de 2017
→‎Biografia: ortografia
(→‎Biografia: link mar de azov)
(→‎Biografia: ortografia)
Internamente, Ahmed III alterou as disposições tradicionais, restringindo a nomeação de nobres de religião não islâmica ([[Dhimmi|dhimis]]) para o governo de províncias, depois de o príncipe [[Dimitrie Cantemir (Vaslui)|Dimitri Cantemir]] da [[Moldávia]] aliar-se a Pedro I, o grande da Rússia, durante a campanha de 1711.
 
A nova política de nomeações da [[Sublime Porta|porta otomana]] descontentou os aristocratas locais., sobretudo os [[phanariotas]] da [[Grécia]] e os [[Boiardo|boiardos]] da [[Valáquia]], onde o príncipe [[Estevão Catacuzeno]] aliou-se à [[Eugénio de Saboia|Eugenio de Savoia]] durante a [[Guerra Austro-Turca (1716-1718)]].
 
Em 1730, abdicou em favor de seu sobrinho [[Mahmud I]], após ser confrontado com uma insurreição dos [[Janízaro|janízaros]], liderados pelo albanês [[Patrona Halil.]] Depois de jurar lealdade ao novo sultão, retirou-se para os Kafes anteriormente ocupados por seu sobrinho Mahmud e morreu no [[Palácio de Topkapı|Palácio de Topkapi]] ao fim de seis anos de confinamento.
216

edições